Leia também:
X MPF cobra Moraes por não ter avisado sobre oitiva de Torres

Polícia apura se criança de 1 ano foi vítima de anestesista preso

Andres Carrillo foi preso por abusar de pacientes sedadas

Paulo Moura - 19/01/2023 11h04 | atualizado em 19/01/2023 11h28

Andres Carrillo (do lado esquerdo), médico anestesista preso por abuso sexual contra pacientes Foto: MARCOS PORTO/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga uma nova acusação contra o anestesista colombiano Andres Carillo, preso na última segunda-feira (16) sob a acusação de ter estuprado duas pacientes sedadas. Na nova denúncia, há a suspeita de que uma menina de 1 ano de idade, em tratamento contra um câncer em um hospital particular no Rio, também tenha sido abusada pelo médico.

Na terça (17), o pai da criança procurou a polícia por ter desconfiado de atitudes de Andres Eduardo durante a realização de um procedimento. Em depoimento, o pai da menina relatou que o anestesista teria pedido para o acompanhante sair da sala no momento em que a criança fosse anestesiada.

O pai disse ainda que a filha levou de 20 a 30 minutos para ser anestesiada e entubada. No depoimento, ele contou que a esposa deixou a filha aos cuidados de Andres e de uma enfermeira, que entrava e saía da sala a todo momento para pegar materiais.

Também na terça, a Justiça do Rio manteve a prisão temporária do médico durante a audiência de custódia. Na delegacia, Andres admitiu os abusos contra as pacientes e confirmou ter compulsão por assistir conteúdos de pornografia infantil. A defesa dele não se manifestou.

Nesta quarta (18), a polícia ouviu pessoas que trabalharam com Andres, entre eles o médico Jorge Calasans, chefe dos anestesistas do Hospital do Fundão, que fica na Zona Norte do Rio de Janeiro. Calasans negou que o colombiano tenha feito procedimentos sem supervisão, inclusive no dia em que ele teria cometido um dos crimes.

Leia também1 'Nunca vi algo tão cruel', diz delegado sobre anestesista
2 Anestesista que foi preso gravou estupros com o próprio celular
3 Mais um anestesista é preso por estuprar pacientes sedadas no RJ
4 Estupro no parto: No Rio, médico anestesista começa a ser julgado
5 Morre mulher que teve tumor de 46 kg retirado em cirurgia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.