Leia também:
X Bolsonaro: Se não vencer no 1º turno, algo anormal aconteceu

Ator fez transferência de R$ 1 mil para suposta vítima

Polícia encontrou comprovante de R$ 1 mil na casa de José Dumont

Pleno.News - 19/09/2022 09h09 | atualizado em 19/09/2022 11h02

Ator José Dumont Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube TV UESB

Na última sexta-feira (16), a Polícia Civil encontrou, na casa do ator José Dumont, um comprovante de depósito bancário de R$ 1 mil feito para a vítima de abuso sexual. A residência do ator fica no Catete, Zona Sul do Rio de Janeiro. As informações são do jornal O Dia.

Além do comprovante, foram achados cerca de 240 arquivos, entre imagens e vídeos, de pornografia infantil. Dumont é suspeito de armazenar as imagens no celular e no computador.

Segundo a investigação, o ator teria se aproximado do garoto oferecendo presentes e apoio financeiro.

Alvo de investigação por estupro de vulnerável e pedofilia, o artista foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (15). A polícia informou que, além do material captado no celular e computador pessoais do ator, ele já era alvo de investigação por supostamente manter relações com um menino de 12 anos, em troca de ajuda financeira.

Câmeras de segurança teriam registrado imagens do ator trocando beijos e carícias com a criança, o que desencadeou a investigação, com mandado de busca e apreensão, na casa de Dumont. A denúncia partiu de vizinhos do ator.

O caso corre na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav). Atualmente, Dumont está preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte da cidade.

O artista já atuou em mais de 15 novelas e séries da Globo e da extinta Manchete, além de participar de filmes e peças de teatro. Seu papel mais recente na Globo foi como o coronel Eudoro Mendes em Nos Tempos do Imperador, novela veiculada em 2021. Após saber da investigação, a emissora informou na quinta-feira, que excluiu o ator de Todas as Flores, novela que ainda vai estrear na plataforma de streaming Globoplay.

Em depoimento à polícia, Dumont, de 72 anos, alegou que as imagens de pornografia infantil flagradas em seu celular e computador eram parte de um “estudo para a futura realização de um trabalho acerca do tema, sem tabus ou filtros”. O trabalho em questão seria o seu papel na novela Todas as Flores, do Globoplay. Nela, o artista interpretaria um abusador de crianças de rua.

Segundo informações do jornal Extra, no depoimento, Dumont nega que já tenha fotografado, filmado, produzido e editado material pornográfico infantil. Ele também diz que nunca vendeu ou comprou material do gênero e conta ter conseguido o conteúdo na internet.

Leia também1 Justiça converte para preventiva a prisão de José Dumont
2 Ministra Cristiane Britto comenta caso José Dumont: "Chocou o Brasil"
3 José Dumont foi denunciado por pedofilia em 2009 na PB
4 Dumont alega que vídeos eram preparação para novela da Globo
5 Preso por pornografia infantil, ator José Dumont fez Pantanal

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.