Leia também:
X Regina Duarte aguarda norma para aliviar crise na cultura

Pintar a máscara faz com que ela perca eficácia

Maquiagem e pintura não devem ser feitas em máscaras cirúrgicas

Camille Dornelles - 19/03/2020 15h19 | atualizado em 19/03/2020 15h49

O vídeo de uma blogueira não identificada circula nas redes sociais por causa de sua controversa ideia de maquiar a máscara cirúrgica. O vídeo foi feito, provavelmente, como uma brincadeira, mas acendeu uma dúvida em quem quer se proteger contra o novo coronavírus.

Manifestantes também “enfeitaram” o equipamento de proteção durante os protestos do último dia 15. A mensagem das máscaras pintadas foi um símbolo patriótico e de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, mas a falta de conhecimento sobre o que acontece com uma máscara pintada pode fazer alguns repetirem a ação achando que não afetam a proteção.

O médico infectologista Estêvão Portela esclareceu como se proteger. Ele é vice-diretor de Serviços Clínicos do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz, e suas recomendações foram passadas pela Fundação.

– Embora a máscara cirúrgica possa ser útil em relação a evitar o vírus, já que a transmissão é por gotícula, em geral ela é mal utilizada. A pessoa, na hora que vai tossir, tira a máscara ou a posiciona de forma errada no rosto, a máscara molha… Vai perdendo sua utilidade – declarou.

Maquiagem, tinta ou caneta deixam a máscara mais úmida. O próprio ar que respiramos é úmido e, por isso, médicos recomendam a troca da máscara a cada duas horas.Além de a pessoa poder se descuidar e tocar na tela, contaminando-a. Por causa disso, pintar a máscara faz ela perder a eficácia.

O infectologista não recomenda o uso da máscara para a população em geral, pela falta de cuidados corretos.

– Caso a pessoa entre em contato com alguma superfície que tenha o vírus e lave as mãos adequadamente não terá nenhum problema – declarou.

Leia também1 Covid-19: OMS retira restrição ao uso de ibuprofeno
2 Uruguai investiga socialite ligada a 44 casos de Covid-19
3 Editor da Deezer fala de reinvenção da música gospel

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.