Leia também:
X Metrópoles atribui falsamente áudio a irmão de Weintraub

PF realiza buscas em oito estados contra fraudes no auxílio

Polícia Federal afirmou que essa é a 98ª operação contra fraudes nos benefícios

Pleno.News - 17/06/2021 10h36 | atualizado em 17/06/2021 10h53

Auxílio emergencial Foto: Reprodução

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (17), uma operação para combater fraudes relacionadas aos benefícios emergenciais instituídos em razão da pandemia da Covid-19. Cerca de 140 agentes fazem buscas em oito estados: Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Roraima e São Paulo.

Ao todo, são cumpridos 35 mandados de busca e apreensão, dois de prisão temporária, um de prisão preventiva e 12 de sequestro de bens. A Justiça ordenou o bloqueio de cerca de R$ 410 mil. De acordo com a PF, trata-se da 98ª operação contra fraudes relativas a benefícios emergenciais. A corporação indica que foram expedidos mais de 380 mandados de busca e 50 ordens de prisão.

As investigações são conduzidas por uma força-tarefa batizada de “Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial”. Participam do grupo a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, o Ministério da Cidadania, a Caixa Econômica Federal, a Receita Federal, a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União.

Com relação a diligências cumpridas nesta quinta-feira, a Polícia Federal no Maranhão fez buscas em endereços de Imperatriz e Davinópolis, para investigar fraudes de R$ 38,6 mil e R$ 14,4 mil, respectivamente. Já em Minas, os policiais cumpriram mandados em Patos de Minas, na residência de um suspeito de ter fraudado R$ 8,4 mil em auxílios emergenciais, em um único dia.

*Estadão

Leia também1 Metrópoles atribui falsamente áudio a irmão de Weintraub
2 Serial killer é suspeito de matar caseiro 4 dias antes de chacina
3 CPI deve incluir Queiroga na lista de investigados
4 Covid: Coquetel da Regeneron reduz mortes em hospitalizados
5 Renovação da Mente é o mais novo lançamento da MK Books

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.