Leia também:
X Toffoli suspende depoimentos de hackers de Bolsonaro

PF indicia Geraldo Alckmin por suspeita de corrupção

Ex-governador de SP também foi indiciado por caixa dois e lavagem de dinheiro

Henrique Gimenes - 16/07/2020 17h58

Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

Nesta quinta-feira (16), a Polícia Federal (PF) indiciou o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), por suspeita dos crimes de lavagem de dinheiro, caixa dois eleitoral e corrupção passiva. A medida aconteceu no inquérito que investiga doações da empreiteira Odebrecht em campanhas eleitorais.

Alckmin teve seu nome citado por Carlos Armando Paschoal, diretor da Odebrecht em São Paulo, que disse ter dado R$ 2 milhões para a campanha ao governo do estado em 2010 e ainda R$ 8,3 milhões em 2014. Ele governou São Paulo de 2001 a 2006 e de 2011 a 2018.

Além do ex-governador, também foram indiciados o ex-tesoureiro do PSDB, Marcos Monteiro, e o advogado Sebastião Eduardo Alves de Castro.

Agora caberá ao Ministério Público de São Paulo decidir se aceita ou se arquiva a denúncia.

Leia também1 STJ nega habeas corpus e Edmar Santos continua preso
2 Bolsonaro elogia Pazuello: "Sempre está no lugar certo"
3 "Não sou ladrão", diz Witzel ao comentar fraudes na saúde
4 Mortes por Covid-19 caem pela 3ª semana seguida em SP
5 Preso ligado ao MBL tem cargo de confiança no governo Doria

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.