Leia também:
X Indústria se une contra decisão de Moraes que derrubou decreto

PF apreende talheres de ouro e outros itens de luxo com facção

Operação Espelho Branco 2 foi realizada na manhã desta sexta-feira

Pleno.News - 12/08/2022 10h40 | atualizado em 12/08/2022 13h49

PF apreende talheres de ouro e outros itens de luxo com facção Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Metrópoles

Nesta sexta-feira (12), a Polícia Federal (PF) apreendeu talheres banhados a ouro, relógios, aparelhos eletrônicos e outros objetos que estavam em uma mansão, no Ceará. A ação fez parte da operação Espelho Branco 2, na qual os agentes cumprem mandados de prisão e apreensão para desmontar um esquema de lavagem de dinheiro de crimes envolvendo líderes de uma facção. As informações são do G1.

Vídeos registrados pela PF mostram o momento em que os policiais entram na mansão de um dos alvos dos mandados. Um homem foi preso.

Por ordem da Justiça Federal são cumpridos nove mandados de Busca e Apreensão e seis mandados de Prisão Temporária, além de mandados de Sequestro de Bens e Valores em domicílios investigados em Fortaleza (CE), Eusébio(CE), Aquiraz (CE), Itarema (CE), Santa Quitéria (CE), São Paulo (SP) e Maceió (AL).

A Justiça determinou ainda o bloqueio de valores que constam nas contas bancárias dos suspeitos.

A PF disse que, durante a apuração, foi identificada uma teia criminosa. Os investigados agiam para esconder a origem ilícita de recursos por meio de transações comerciais com valores expressivos, bem como entrelaçamento e confusão nos negócios. Havia também o uso de documentos falsos e pessoas interpostas, além de reuniões de criminosos em hotéis e condomínios de luxo, e investimentos em empresas com atos dos suspeitos que ostentavam uma riqueza incompatível com uma atividade lícita.

Os investigados poderão responder por lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de drogas, com penas de até 40 anos de prisão.

A primeira fase da operação foi deflagrada em novembro de 2021. Na época, um chefe de facção foi preso e foram cumpridos mandados de busca em três mansões localizadas na cidade Fortaleza e em Eusébio, na Região Metropolitana.

Leia também1 IBGE: Desemprego caiu em 22 estados no 2º trimestre de 2022
2 Indústria se une contra decisão de Moraes que derrubou decreto
3 Ministério Público segue o STF e deve pedir aumento de 18%
4 TSE pede, e Forças Armadas vão reforçar segurança nas eleições
5 Em live, Bolsonaro explica o veto a reajuste de policiais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.