Leia também:
X Lula faz exames em hospital antes de decidir se “vai às ruas”

‘Queria pedir às pessoas terem um pouco mais de empatia’

Eduardo Alves disse que fotos de seus filhos estão sendo usadas em perfis falsos

Pleno.News - 18/03/2022 13h31 | atualizado em 18/03/2022 14h55

Personal trainer Eduardo Alves Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Metrópoles

O personal trainer Eduardo Alves, que teria flagrado sua esposa tendo relações sexuais com um morador de rua, deu novas declarações sobre o caso. Ela lamentou que as pessoas estejam fazendo piadas e memes a respeito do assunto. O educador físico é investigado pela polícia por ter espancado um sem-teto, em Planaltina (DF), no último dia 9.

Em entrevista ao colunista Leo Dias, do portal Metrópoles, Eduardo falou a respeito da situação difícil que tem enfrentado por causa da repercussão do episódio. Ele contou que as pessoas estão usando fotos até de seus filhos em perfis falsos no Instagram.

– O que está me pegando mais ainda agora é que está começando a mexer com os filhos. Recentemente me mandaram fotos de contas do Instagram fakes que pegam foto dos nossos filhos e estão postando. Enquanto estava comigo e com ela, a gente aguenta o barco – declarou.

Alves pediu que as pessoas tenham mais empatia.

– Eu queria pedir apenas para as pessoas terem um pouco mais de empatia. Da mesma forma que hoje eu tô passando por isso, poderia ser com qualquer pessoa. Infelizmente as pessoas acabam não dando ouvidos a quem tem que ouvir, e criam motivos para crescer na mídia. Se você for pegar o tanto de meme que tem, tanto de coisa que estão fazendo, e poucas pessoas que estão preocupadas em como está a saúde dela, como está a minha saúde. Eu não estou dormindo direito, não estou me alimentando direito, não estou conseguindo exercer minha profissão, não estou conseguindo abrir minha loja – disse o personal.

Ele teve que se afastar das redes sociais, mas revelou que tem sido alvo de ataques por meio do telefone celular.

– A forma que eu arrumei de me preservar foi saindo do Instagram. Meu número de WhatsApp não para. Me jogam em grupos. Quando eu atendo [as ligações] eu falo “alô”, e responde “oi, é o corno, é da garota de programa”. Os grupos de WhatsApp também é isso. Qualquer grupo que me jogam eles metralham – revelou Eduardo.

O personal relatou que tem recebido bastante apoio dos familiares e amigos.

– Os amigos e familiares têm me dado muito apoio. Eu me excluí da sociedade, evito sair. Só saio para ver a Sandra. Fechei o Instagram, o meu e o dela, não estou conseguindo trabalhar. As raras vezes que vou a algum lugar, eu ouço risadinhas – explicou ele.

ENTENDA O CASO
Eduardo Alves, de 31 anos, espancou um morador de rua, em Planaltina (DF), após pensar que o sem-teto estava estuprando a esposa dele. O caso aconteceu na noite da última quarta-feira (9).

Câmeras de monitoramento registraram as agressões. A companheira de Eduardo e a sogra dele saíram de casa para ajudar o morador de rua. Depois, as duas teriam se separado.

Sem conseguir contato com a mulher via telefone, o personal foi até um Centro de Ensino Fundamental Paroquial. Ao se aproximar, ele viu o carro usado pela esposa dele. Eduardo flagrou a companheira e o homem fazendo sexo dentro do veículo.

Ele disse à Polícia Civil do DF (PCDF) que acreditou que se tratava de um estupro. Porém, a esposa dele disse aos agentes que as relações foram consentidas.

A mulher contou ainda aos policiais que tinha interesse em ajudar pessoas vulneráveis por meio da igreja. Além disso, ela teria dito a um amigo, que havia recebido uma “mensagem de Deus” para ajudar o homem com quem foi flagrada.

Todos os envolvidos foram para a 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), que está responsável por investigar o caso.

O morador de rua foi levado a um hospital. Ele estava com os dois olhos roxos, mas passa bem.

Eduardo prestou depoimento e foi liberado, mas poderá responder por lesão corporal.

Segundo o personal, sua mulher foi vítima de violência sexual. Eduardo afirma que sua mulher estava em surto psicótico.

Leia também1 Polícia acha sangue em carro usado por mulher de personal
2 Novas imagens mostram agressão a morador de rua no DF
3 Personal que bateu em morador de rua: 'Casamento continua'
4 Morador de rua agredido por personal é levado para abrigo
5 Mulher de personal diz que viu 'imagens do marido e de Deus'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.