Leia também:
X Instagram, Facebook e YouTube bloqueiam perfis de Allan

Pastor que trabalhava como motorista de aplicativo é morto

Religioso pertencia à Assembleia de Deus

Gabriela Doria - 14/10/2021 16h18 | atualizado em 14/10/2021 19h12

Pastor Heraldo trabalha como motorista de Uber para complementar a renda Foto: Arquivo Pessoal

Um pastor evangélico foi morto a facadas enquanto trabalhava como motorista de aplicativo, na noite desta quarta-feira (13), no bairro de Cabuçu, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense.

De acordo com a Polícia Militar, agentes atenderam a uma ocorrência pouco após as 21h30. Bombeiros do quartel de Nova Iguaçu foram acionados. A morte de Heraldo Carlos de Souza, que pertencia à Assembleia de Deus, foi constatada às 21h39.

No carro do pastor ainda havia a faca utilizada no crime e o celular do religioso. Os objetos foram apreendidos e passarão por perícia.

Amigos usaram as redes sociais para lamentar a morte da vítima. Segundo eles, Heraldo trabalhava como motorista de aplicativo para complementar a renda.

Leia também1 Mulher tem pulmão perfurado em sessão de acupuntura, no MT
2 Preso, Daniel Silveira diz que a luta "não valeu a pena"
3 Trans apoiadora de Bolsonaro denuncia que sofreu ameaça
4 Acusado de estuprar as irmãs é considerado foragido pela PF
5 Papa diz que aborto é homicídio: "Não é lícito ser cúmplice"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.