Parlamentares lamentam a morte de Anderson do Carmo

Pastor era casado com Flordelis e foi assassinado com 15 tiros

Pleno.News - 16/06/2019 13h17

Assim como vários amigos do casal Flordelis e Anderson do Carmo, o deputado federal Abílio Santana também lamentou a morte do pastor, que aconteceu na madrugada deste domingo (16). Anderson foi assassinado com 15 tiros quando foi à garagem de casa, em Niterói (RJ), buscar algo esquecido no carro.

– Estou profundamente triste com a notícia da morte do meu amigo pastor Anderson. Uma tragédia. Meus sentimentos a todos os familiares e amigos. Que Deus possa confortar o coração da família enlutada. Estarei em luto e em oração.

Pastor Abílio Santana disse que vai cobrar punição para os responsáveis pelo assassinato. Ele disse que “os criminosos devem pagar na lei dos homens e na lei divina”.

Através de uma nota oficial, o Partido Social Democrático (PSD), do qual Anderson era secretário-geral no Rio de Janeiro, expressou o profundo sentimento pela perda do pastor e disse que confia na Justiça para que o caso seja esclarecido.

– A linda história de sua vida se torna um marco e num bastião das nossas intenções. Os puros objetivos do Pastor Anderson se mantém vivos conosco: a universalização da adoção e o pleno intuito de inclusão social dos mais desfavorecidos. Preservaremos a sua memória e pedimos à Deus que conforte sua família e a todos nós, seus amigos.

Pelo Instagram, o deputado federal Marco Feliciano prestou suas condolências à família e destacou o papel de Anderson ao lado de Flordelis na recuperação de vários órfãos.

– A família que adotou mais de 50 crianças e tocou o coração do mundo, agora estão aí precisando das nossas orações. Estou chocado e espero que Deus conforte a todos vocês. Pastor Anderson não era o melhor homem do mundo, mas o mundo fica um pouco pior sem ele.

Outros representantes do poder público também enviaram mensagens de apoio à família nas redes sociais. Alguns como a ministra Damares Alves, o senador Arolde de Oliveira, o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel e os deputados Anderson Padilha e Jandira Feghali.

O velório terá início às 16h, neste domingo, na Cidade do Fogo, em São Gonçalo (RJ). O culto fúnebre acontece no templo às 18h30. O enterro será nesta segunda-feira (17), às 11h, no Memorial Parque Nicteroy.

LEIA TAMBÉM+ Quem era Anderson do Carmo, pastor morto no Rio de Janeiro
+ Flordelis fala em velório: "A obra do Senhor não vai parar"
+ "Anderson se sacrificou pela família", desabafou Flordelis
+ Amigos lamentam a morte do pastor Anderson do Carmo
+ Pastor Anderson do Carmo, marido de Flordelis, é assassinado


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo