Leia também:
X Bolsonaro publica versículo e representação de Jesus na web

Pai de Henry: ‘Não tenho dúvidas de que Jairinho é culpado’

"Ele é muito frio", disse Leniel Borel

Monique Mello - 02/04/2021 19h53 | atualizado em 02/04/2021 20h42

Henry Borel tinha apenas 4 anos Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O engenheiro Leniel Borel, pai do menino Henry, tem certeza da culpa do vereador Dr. Jairinho na morte da criança de 4 anos.

– Não tenho dúvidas de que Dr. Jairinho é culpado. Naquela noite no hospital, ele ficava junto aos médicos que tentaram salvar o Henry o tempo todo. A princípio, eu achava que era porque também era médico, mas agora percebo que era para acobertar o que realmente aconteceu – disse Leniel em entrevista à revista Veja.

Ao falar sobre o vereador, Leniel destaca a frieza do mesmo.

– Ele é muito frio. Assim que foi decretado o óbito do meu filho, Dr. Jairinho chegou perto de mim e, na frente de uma pessoa da igreja que frequento e de uma amiga minha, disse: “Vamos virar essa página. Vida que segue. Faz outro filho”.

Nessa quinta-feira (1), o pai do garoto fez um desabafo emocionante nas redes sociais.

– Filhinho, como era lindo te ver crescendo. Tão pequeno, tão doce… e tão inteligente. Como [eu] queria poder te ver crescer, amadurecer e até um dia te ver formado. Por que nos interromperam em uma das melhores fases da vida? – escreveu Leniel, ao publicar um vídeo do menino brincando.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Leniel Borel de Almeida Junior (@lenielborel)

Leia também1 Jairinho foi eleito para Conselho de Ética após morte de Henry
2 Jairinho disse ao pai de Henry: "Vida que segue. Faz outro filho"
3 Caso Henry: Mãe e padrasto não vão à reconstituição da morte
4 Defesa de Dr. Jairinho diz que declarações de ex são calúnias
5 Jairinho ligou para o governador do RJ após a morte de Henry

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.