Leia também:
X Bolsonaro vai à Bahia, anda a cavalo e é aclamado pelo povo

Paes descarta Carnaval no Rio em julho: ‘Sem qualquer sentido’

Prefeito do Rio de Janeiro afirmou que o evento só deve voltar a acontecer em em 2022

Pleno.News - 21/01/2021 15h06 | atualizado em 21/01/2021 17h12

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes Foto: Agência Brasil/Tomaz Silva

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), descartou nesta quinta-feira (21) a possibilidade do Rio realizar seu Carnaval no próximo mês de julho. O anúncio foi feito nove dias após o governador em exercício do estado, Cláudio Castro (PSC), sancionar a lei que criou o “CarnaRio – Carnaval fora de época”. De acordo com a lei estadual, o evento pode ser realizado em todos os meses de julho.

Fã de carnaval e torcedor assumido da Portela, tradicional agremiação carioca, Paes foi ao Twitter nesta quinta anunciar que a celebração não acontecerá este ano.

– Nunca escondi minha paixão pelo Carnaval e a visão clara que tenho da importância econômica dessa manifestação cultural para nossa cidade. No entanto, me parece sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar o Carnaval em julho – escreveu o prefeito.

E continuou.

– Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba; algo impossível de se fazer nesse momento. Dessa forma, gostaria de informar que não teremos Carnaval no meio do ano em 2021 – prosseguiu Paes.

Na semana passada, tão logo o governo estadual anunciou a possibilidade de se realizar o Carnaval em julho, o site da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) passou a divulgar as datas dos desfiles na Marquês de Sapucaí.

Os desfiles ocorreriam nos dias 11 e 12, com a ressalva de que “a vacinação da população contra a covid-19 será fundamental para a realização do espetáculo nestas datas”. Grupos responsáveis pelos blocos de rua, por sua vez, eram mais céticos quanto à possibilidade de haver qualquer celebração de Carnaval em meio à pandemia.

Além de descartar a realização do Carnaval no meio do ano, o prefeito do Rio também anunciou que determinou que a Riotur e a Secretaria Municipal de Cultura “trabalhem na preparação de editais, a fim de permitir que os fazedores dessa grande festa e celebração cultural tenham alguma forma de sustento ao longo de 2021”.

*Estadão

Leia também1 Governo do RJ transforma o "Carnaval fora de época" em lei
2 No Cristo, moradoras do Rio são as primeiras a serem vacinadas
3 Prefeitura do Rio espera vacinar 110 mil pessoas em quatro dias
4 STF nega pedido de Eduardo Paes e mantém investigação
5 Paes volta atrás em medida que libera público nos estádios

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.