Leia também:
X Reino Unido fará doação de R$ 51 milhões para Amazônia

Padre é preso por cárcere privado e abuso contra jovem

Vítima conseguiu fugir e acionou a polícia

Ana Luiza Menezes - 27/08/2019 21h17 | atualizado em 27/08/2019 22h00

Padre foi preso por abuso sexual e cárcere privado Foto: Divulgação

Em Palmas, no Tocantins, a Polícia Civil efetuou a prisão em flagrante do padre Marco Aurélio Costa da Silva. O religioso é acusado de ter abusado sexualmente, além de ter mantido em cárcere privado um jovem de 18 anos.

A vítima conseguiu escapar do apartamento de Marco Aurélio na manhã de segunda-feira (26) e acionou as autoridades, que prenderam o padre no início da noite do mesmo dia. O pároco esqueceu a chave do imóvel na porta, possibilitando a fuga do rapaz.

Aos policiais, o jovem relatou que tinha ido até o Tocantins após o padre ter prometido enviá-lo para um seminário. Após chegar, ele acabou sendo mantido preso e passou a ser estuprado. Mensagens de WhatsApp foram usadas como provas contra o homem.

O religioso foi autuado por estupro e tráfico de pessoas. Ele ficará à disposição da Justiça, na Casa de Prisão Provisória de Palmas.

A Diocese de Porto Nacional se pronunciou sobre o caso, revelando que o padre estava suspenso desde julho do ano passado. O órgão também repudiou os atos de violência contra a integridade da vítima.

Marco Aurélio já tinha sido preso, em 2015, também em flagrante, por mostrar pornografia a um adolescente de 16 anos. Na época, o padre tinha mantido conversas com o garoto por meio de redes sociais.

Leia também1 Flordelis e filha esconderam celulares para despistar pastor
2 Criança entra em trabalho de parto e pai é suspeito de abuso
3 Governador do Rio anuncia fechamento das delegacias

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.