CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Para Osmar Terra, quarentena é que “vai matar o Brasil”

Nordeste cancela festas de São João por causa de pandemia

Festa em Campina Grande, que reúne 2 milhões de pessoas, será adiada para outubro

Pleno.News - 07/04/2020 20h10 | atualizado em 07/04/2020 20h12

Festa em Campina Grande, que reúne 2 milhões de pessoas, será adiada para outubro Foto: Reprodução

A festa de São João, bastante popular no Nordeste, que acontece em junho, foi cancelada em vários estados. Em alguns casos, pela primeira vez terá sua versão fora de época no final deste ano.

O intitulado ‘Maior São João do Mundo 2020’, em Campina Grande, na Paraíba, que reúne cerca de 2 milhões de pessoas no Parque do Povo, seria entre 5 de junho e 5 de julho. Devido à epidemia do novo coronavírus, o festejo foi adiado para entre 9 de outubro e 8 de novembro.

Adiar a 37ª edição do evento para o final do ano foi o jeito que a Prefeitura de Campina Grande encontrou para atender tanto as recomendações de saúde, de evitar aglomerações, quanto aos grupos econômicos que lucram com o festejo (sobretudo o setor turístico), que movimenta cerca de R$ 250 milhões.

Em comunicado, a prefeitura declarou que a decisão buscou ouvir também o setor que envolve hotéis, restaurantes e agências de viagens e que o momento é de cuidados com a pandemia.

– No tempo oportuno, haverá readequação da programação e da grade de atrações – informou.

Com o adiamento dos festejos, o Parque do Povo poderá ser adaptado e, se preciso, transformado em hospital para abrigar infectados com o vírus.

No estado, são 35 casos e quatro óbitos, segundo o Ministério da Saúde. Com o avanço da doença na Paraíba, outras 23 cidades do estado decidiram cancelar ou suspender as festas locais de São João.

E a mesma situação ocorre com as dez cidades da Bahia que realizam as principais festas de São João do estado, tanto públicas quanto privadas –o estado tem 462 casos confirmados e 14 mortes por conta da Covid-19.

Nesta terça-feira (7), em comunicado conjunto, as prefeituras de Senhor do Bonfim, Irecê, Seabra, Miguel Calmon, Amargosa, Cruz das Almas, Itaberaba, Santo Antônio de Jesus, Piritiba e Ibicuí anunciaram o cancelamento dos festejos juninos de 2020.

Outras duas cidades da Bahia, Conceição do Almeida e Vitória da Conquista, já haviam anunciado o cancelamento do São João em março. O valor do prejuízo econômico por conta do cancelamento não foi divulgado.

No comunicado, os prefeitos afirmaram que o momento é de concentrar esforços em salvar vidas, e contar com recursos financeiros e de pessoal para o enfrentamento da pandemia. O texto termina com uma súplica.

– Na certeza de que a preservação da vida humana está sendo colocada acima de qualquer outro interesse, suplicamos a proteção divina – declararam eles.

O prefeito Rogério Andrade, de Santo Antônio de Jesus, onde festejo reúne 100 mil pessoas, lamentou o adiamento e afirmou que é preciso pensar nas vidas.

– Estou muito triste e preocupado com toda a situação. Sei o quanto os festejos ajudam a impulsionar a economia local. Apesar de ser uma decisão difícil, é o caminho certo a seguir para que possamos frear a disseminação do vírus – falou.

O gestor observou que, mesmo com o planejamento adiantado, algumas medidas como contratação de bandas, estrutura e lançamento de editais culturais relativos aos festejos precisam de tempo para serem efetivados.

Na pernambucana Caruaru, que, com Campina Grande, proporciona uma das maiores festas de São João do Nordeste, a reportagem procurou a prefeitura, mas não houve resposta se o festejo será mantido para junho.

O edital de chamamento público para seleção dos artistas do São João de Caruaru, publicado dia 31 de janeiro, segue em ritmo normal. Nesta quarta-feira (8), conforme a programação, acontecerá a divulgação das propostas selecionadas para se apresentarem no evento, que ocorre no Pátio de Eventos Luiz Lua Gonzaga. O valor máximo que pode ser pago como cachê para uma banda é R$ 200 mil.

A data da festa, que reúne cerca de 3,2 milhões de pessoas, ainda não foi divulgada. No ano passado, a prefeitura chegou a divulgar que neste ano estariam presentes no São João os artistas Zé Neto e Cristiano, Alok, Marília Mendonça, Xand Avião, Léo Santana e Elba Ramalho.

*Folhapress/Mário Bittencourt

Leia também1 Crivella: Bolsonaro "é guiado por Deus" durante a crise
2 CE: Polícia apreende 50 mil máscaras com preços abusivos
3 Em delação, Cabral relata conchavos com a Rede Globo

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo