Leia também:
X Barroso autoriza Carlos Wizard a ficar em silêncio na CPI da Covid

No RJ, dois policiais militares são executados dentro de viatura

Agentes chegaram a ser socorridos e levados para o hospital, mas não resistiram aos ferimentos

Paulo Moura - 17/06/2021 07h58 | atualizado em 17/06/2021 10h25

Policiais foram mortos enquanto estavam dentro da viatura Foto: Reprodução

Dois policiais militares que estavam de serviço foram mortos na madrugada desta quinta-feira (17), na cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo informações da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), as armas dos PMs, um fuzil e uma pistola, foram levadas pelos executores. Os agentes estavam dentro de uma viatura quando foram atingidos.

Os policiais estavam atuando em uma rua de acesso à Rodovia Presidente Dutra, a Via Dutra. Lotados no batalhão de Queimados, o 24º BPM, também na Baixada, os PMs estavam cumprindo Regime Adicional de Serviço (RAS) no 20° BPM (Nova Iguaçu).

Os dois policiais, identificados como sendo o soldado Sérgio Magalhães Belchior e o cabo Helder Augusto Gonçalves Silveira, chegaram a ser socorridos e levados para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas já chegaram mortos à unidade hospitalar. A viatura em que eles estavam ficou completamente destruída pelos disparos.

A Polícia Civil acredita que os agentes foram vítimas de uma emboscada empreendida por homens ligados ao tráfico. Há também uma hipótese que aponta para participação da milícia no crime.

Investigadores da DHBF estiveram no local e fizeram a perícia da viatura policial. Os agentes vão procurar imagens de câmera de segurança para identificar o veículo usado pelos bandidos.

Leia também1 Barroso autoriza Carlos Wizard a ficar em silêncio na CPI da Covid
2 Polícia desmente boato de morte de serial killer: 'Vivo e foragido'
3 Sobrevivente de incêndio no Ninho volta a jogar e diz: 'Passou um filme na cabeça'
4 Moraes nega recurso de Silveira e mantém multa de R$ 100 mil
5 País aplica 1,73 milhão de doses em 24h, 2ª maior marca diária

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.