No RJ, casal de venezuelanos é preso por tráfico de pessoas

Vítimas eram trazidas para o Brasil com promessa de emprego, mas acabavam pedindo dinheiro nas ruas

Ana Luiza Menezes - 13/02/2020 21h37

Casal de venezuelanos é preso por tráfico de pessoas Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (13), um casal de venezuelanos foi detido na Zona Norte do Rio de Janeiro. A prisão foi efetuada por agentes da Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat). O dois são suspeitos de terem praticado tráfico internacional contra pessoas com deficiência auditiva.

As vítimas eram trazidas da Venezuela com promessa de emprego, mas acabavam tendo que pedir esmolas após chegarem ao Brasil. Os deficientes auditivos ficavam principalmente em transportes públicos para pedir dinheiro e, assim, pagar suas despesas de viagem e estadia.

Com o esquema, o casal conseguia ganhar R$ 500 por dia durante a semana e até R$ 200 por dia nos finais de semana.

Polícia apreendeu folhetos que as vítimas tinham que distribuir ao pedir dinheiro Foto: Reprodução

No local onde o casal foi preso os agentes encontraram passaportes, documentos e cartões dos estrangeiros vítimas. A polícia também apreendeu os folhetos que as vítimas tinham que distribuir nas ruas e coletivos.

As investigações apontaram que a dupla praticava o crime desde 2017. Segundo o portal G1, o casal também tem deficiência auditiva.

– Foram levadas pelo menos seis pessoas , de acordo com o relato dos próprios autores. Morando com o casal, atualmente havia uma vítima – disse Bianca Lima, delegada titular da Deat, ao portal G1.

A delegada explicou ainda que as vítimas eram mantidos na casa em situação análoga à escravidão. Os depoimentos colhidos pela polícia foram tomados com o auxílio de um intérprete em Libras, do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).

– Eles vão responder por tráfico de pessoas com a qualificatória de deficiência física das vítimas – afirmou Bianca.

LEIA TAMBÉM+ Em SP, leitura da Bíblia não serve mais para reduzir pena
+ RJ: Operações da PM perto de escolas podem ser proibidas
+ Falso padre que aplicava golpes no RJ é preso em Recife


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo