Leia também:
X ‘Material humano’ é encontrado em buscas por Dom e Bruno

No Brasil, rev. Franklin Graham repudia aborto: “Assassinato”

Líder cristão está em solo carioca para participar do evento Esperança Rio

Pleno.News - 10/06/2022 20h09 | atualizado em 10/06/2022 20h10

Entrevista com o reverendo Franklin Graham Foto: Pleno News

Em entrevista exclusiva ao Pleno.News nesta sexta-feira (10), o reverendo Franklin Graham falou sobre os anseios de seu coração em relação ao Esperança Rio, evento da Associação Evangelística Billy Graham que ocorrerá na praia de Copacabana, neste sábado (11), em parceria com mais de 4 mil igrejas. O filho do evangelista Billy Graham também se manifestou em relação a temas como o aborto e a oposição à Igreja de Cristo nos dias atuais, além de deixar conselhos aos cristãos.

Na ocasião, Graham orientou os seguidores de Jesus a não ficarem tímidos e a proclamarem o Evangelho, mesmo diante de perseguições. Ele também destacou que, havendo arrependimento, Deus está disposto a perdoar os pecados da humanidade.

Confira trechos da entrevista:

Quais são as suas expectativas para o Esperança Rio agora que o evento está tão perto de começar?
O mundo mudou tanto, mas o coração das pessoas não mudou e as necessidades da alma humana não mudaram. Então, minha esperança e minhas expectativas são que o Evangelho de Jesus Cristo seja ouvido por muitas pessoas nesta cidade e que muitas pessoas reflitam sobre seus pecados e convidem Jesus para entrar em seus corações. Então, essa é a minha esperança e a minha oração e essas são as nossas expectativas.

E como o senhor se sente sobre continuar o legado de seu pai?
Bom, o Evangelho que meu pai pregava tem a mesma mensagem do Evangelho que eu prego, não são evangelhos diferentes. Então, eu não estou tentando continuar o legado dele, estou apenas tentando levar em frente o comando que o nosso Pai do Céu deu para todos os cristãos, de que nós temos que sair pelo mundo, fazer discípulos de todas as nações e batizá-los em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e instruí-los, em tudo o que Jesus disse.

Isso é tudo que eu tento fazer, levar em frente esses comandos que Jesus Cristo deu para a sua Igreja, dois mil anos atrás. É claro que eu tenho muito orgulho do legado do meu pai, de ter a possibilidade de vir para o Rio e pregar onde ele pregou e teve um grande encontro em 1974. Então, eu oro para que possamos ter os mesmos resultados que meu pai teve, de ver centenas de milhares de pessoas entregarem suas vidas para Cristo.

Qual conselho você daria para as igrejas para enfrentar a oposição política e social atual?
Sempre existiu oposição ao Evangelho e aos políticos. Hoje, muitos têm se posicionado mais [sobre o Evangelho] e feito desses posicionamentos posições políticas. Falando de questões morais, penso que é importante que nós, como Igreja, não fiquemos tímidos diante dessas questões morais que os políticos transformam em questões políticas, penso que é importante que falemos sobre isso.

Claro que, aqui no Brasil, estamos para apoiar a Igreja – temos mais de 4 mil igrejas trabalhando conosco – e queremos apoiar a Igreja, queremos vê-la crescer e se fortalecer, e estamos muito satisfeitos de que as igrejas tenham nos convidado para vir. E nós aceitamos o convite, e estamos animados por saber o que Deus vai fazer nos próximos dias.

O aborto tem sido muito discutido em vários países, especialmente nos Estados Unidos onde o presidente é favorável sobre o tema e a Suprema Corte indica que pode revogar a liberação da prática, o oposto do cenário do Brasil. O que você pensa sobre isso?
É claro, eu acredito que a vida é preciosa e que ela começa na concepção. Também acredito que encerrar uma gravidez, por qualquer razão que não seja uma questão médica para ajudar a mãe, seja um assassinato. Acredito que a Bíblia ensina isso muito claramente. Embora seja legal, não significa que seja certo diante de Deus. Então, eu quero que as pessoas saibam que mesmo que você tenha cometido um assassinato, se uma mulher fez um aborto, Deus a perdoará.

Se ela estiver disposta a vir a Deus e confessar seus pecados e refletir sobre eles, e pela fé, acreditando no nome de Jesus Cristo, Deus a perdoará de seus pecados, como ele perdoará qualquer um de qualquer pecado se ele estiver disposto a confessar Deus como seu Senhor e Salvador e se arrepender. E o arrependimento é importante, pois significa abandonar nossos pecados.

Se uma pessoa está cometendo adultério, ela não pode continuar vivendo em adultério. Para vir a Cristo é preciso estar disposto a deixar o seu pecado e então aceitar a Cristo pela fé. Por isso, o arrependimento é muito importante para qualquer pessoa que vá a Deus. Eu tenho que vir a Deus por intermédio de Jesus Cristo, porque ele é o único a levar nossos pecados, a única pessoa em toda a história a levar os pecados da humanidade.

Ele morreu, ele derramou seu sangue por todas as pessoas, e ele foi sepultado; mas no terceiro dia, Deus ressuscitou seu filho. Isso quer dizer que Jesus está vivo e acho que veremos aqui na praia muitas pessoas depositando sua fé e confiança em Cristo e essa é minha expectativa, é minha esperança e eu anseio por isso.

GRATUITO
O Esperança Rio será gratuito e acontecerá nas areias da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Contará com a palavra do reverendo Franklin Graham, filho do evangelista Billy Graham. A mobilização terá ainda apresentações musicais de Dunamis Music, Theo Rubia, Fernandinho, Aline Barros e do rapper estadunidense KB. O evento terá início a partir das 16h.

Leia também1 Esperança Rio acontece neste sábado, com Franklin Graham
2 Franklin Graham defende Bíblia: "Deus criou homem e mulher"
3 Especial! Conheça a história de amor de Elaine Martins
4 “Todo aborto é um crime”, diz Ministério da Saúde em cartilha
5 Ativistas pró-aborto fazem protesto e tiram roupa em culto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.