Leia também:
X “O inimigo está dentro da nossa própria pátria”, diz Bolsonaro

Nikolas se defende após ser denunciado por psolistas de transfobia

Parlamentar mostrou que uma aluna trans usava o banheiro feminino em uma escola de Belo Horizonte

Monique Mello - 08/07/2022 14h24 | atualizado em 08/07/2022 14h44

Nikolas Ferreira Foto: Reprodução/YouTube

O vereador de Belo Horizonte Nikolas Ferreira (PL) virou alvo de um inquérito instaurado pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), após ser acusado de expor uma aluna trans de 14 anos. A representação foi feita por duas vereadoras do PSOL, Bella Gonçalves e Iza Lourença.

O vereador publicou um vídeo no dia 30 de junho protestando contra o fato de uma aluna trans – que nasceu com o sexo masculino – usar o banheiro feminino do colégio Santa Maria, no bairro Coração Eucarístico. Na gravação de dentro do banheiro, a irmã de Nikolas pergunta à jovem sobre o porquê de sua presença ali.

O parlamentar pediu boicote à instituição de ensino por permitir tal situação.

Nikolas mostra momento em que sua irmã questiona jovem trans no banheiro Foto: Reprodução/YouTube

– Homem no banheiro de homem. Mulher no banheiro de mulher. Ainda mais num banheiro de crianças e adolescentes. Ponto final – disse Nikolas.

As vereadoras psolistas alegam que a atitude do vereador viola o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Nikolas reagiu nas redes sociais.

– Psolista me denunciando no Ministério Público pelo trans no banheiro. O vídeo não mostra o rosto, nome e nenhuma identificação. Não quer ser filmado por uma menina no banheiro? Não entre em uma banheiro de meninas, sendo um homem. Simples assim – escreveu.

O assunto virou reportagem da TV Globo, que deu voz à vereadora Bella Gonçalves.

– Recebemos denúncias de pais da escola. Por mais que a identidade dela não tenha sido revelada, todos da nossa comunidade sabem quem é. Foi um constrangimento e precisamos lutar contra a violência com a população LGBT – disse Bella à emissora.

Nikolas, por sua vez, seguiu firme em seu protesto:

– Globo fazendo matéria na TV com a manchete: “Nikolas expõe aluna trans.” A manchete deveria ser: “Travesti expõe menina dentro de banheiro feminino”. É o poste mijando no cachorro… – disparou em uma publicação.

– Globo e toda mídia esquerdista me atacando dia e noite por eu defender que homem deve entrar em banheiro de… homem. Ou você aceita um travesti dentro do banheiro da sua irmã ou você é um transfóbico. Bem-vindo à tirania da minoria – declarou em outra postagem.

 

O parlamentar chegou a publicar um vídeo parodiando o que poderia – ou poderá – ser o futuro sob regras progressistas. Veja:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Nikolas Ferreira (@nikolasferreiradm)

Leia também1 Marvel irá lançar versão gay do Homem-Aranha nos quadrinhos
2 Bruna Karla: Não abra mão de ser quem Deus te chamou pra ser
3 RJ: Vereador chama parlamentar trans de homem e é condenado
4 Maitê Proença sobre namorada: "Queria que ela fosse homem"
5 Justiça derruba liminar sobre incluir questão LGBT+ no Censo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.