Leia também:
X Após ação da PF, redes sociais pedem ‘Verde Valdo na Gaiola’

Neta de Flordelis responde a perguntas e faz desabafo

Lorrane Oliveira dos Santos se manifestou por meio de uma rede social

Ana Luiza Menezes - 25/07/2019 17h04 | atualizado em 25/07/2019 17h05

Neta de Flordelis responde a perguntas e faz desabafo Foto: Reprodução

A jovem Lorrane Oliveira dos Santos, neta da deputada federal Flordelis, voltou a usar as redes sociais para se manifestar sobre a morte do pastor Anderson do Carmo. Nos stories do Instagram, ela respondeu a perguntas enviadas por seus seguidores.

Uma pessoa perguntou qual era o sentimento de Lorrane diante da perda do avó. Ela afirmou que está triste.

– Fiquei muito triste. É uma situação delicada, mas estamos entregando tudo nas mãos de Deus – declarou.

Os vídeos foram compartilhados na quarta-feira (24). A neta de Flordelis falou ainda sobre as acusações e críticas sofridas pela família. Foi então que ela revelou que fica incomodada com algumas declarações.

– As pessoas são livres para falar o que quiserem. Eu só fico triste com a maneira que elas falam e pela crueldade do ser humano – disse.

Lorrane tem 18 anos e chegou a ter seu nome envolvido no caso após um mototaxista dizer que a levou até a Praia de Piratininga, Região Oceânica de Niterói. Depois disso, houve especulação de que a jovem teria jogado o telefone do pastor no mar, porém a informação não foi comprovada.

O CASO
O pastor Anderson do Carmo foi assassinado na madrugada de domingo (16) na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói (RJ). O laudo mostrou 30 perfurações pelo corpo, a maior parte nas costas, peito e região da virilha. Anderson era casado há 25 anos com Flordelis, pastora e deputada federal pelo Rio de Janeiro. Sempre ao lado da esposa, ele atuava como secretário-geral do PSD no Estado.

Dois filhos da pastora estão presos preventivamente, Lucas dos Santos, de 18 anos, e Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos. O mais velho assumiu ter efetuado seis tiros. Lucas teria ajudado comprando a arma, mas não estaria em casa no momento dos disparos. Os agentes ainda estão investigando os pontos contraditórios.

Um terceiro filho teria afirmado, em depoimento, que não ouviu discussão, barulho de carro ou moto em fuga. Que quando chegou na cena do crime encontrou o irmão Flávio próximo ao pai, caído. Ele garantiu ainda que o celular de Anderson, que está sumido, foi entregue a Flordelis.

Ainda em depoimento, o filho disse que o pastor já recebeu uma mensagem com ameaça de morte e uma das irmãs ofereceu R$ 10 mil a Lucas para que cometesse o crime. Flordelis e três filhas já teriam colocado remédios na comida de Anderson, por isso, sua saúde estava debilitada.

Leia também1 Advogados de Flávio, filho de Flordelis, negam saída do caso
2 Mãe do pastor Anderson fala de Flordelis: "Não tenho nora"
3 Mãe do pastor Anderson chega para depor com advogado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.