Leia também:
X Bolsonaro culpa ‘artistas globais’ e o ‘fique em casa’ por inflação

Mulher tem pulmão perfurado em sessão de acupuntura, no MT

Jéssika Germiniani precisou passar por cirurgia de emergência

Thamirys Andrade - 14/10/2021 15h52 | atualizado em 14/10/2021 16h26

acupuntura katherine-hanlon-QgcdtM9rA5s-unsplash
Sessão de acupuntura [imagem ilustrativa] Foto: Katherine Hanlon | Unsplash
A empresária Jéssika Germiniani, de 26 anos, teve o pulmão perfurado durante uma sessão de acupuntura em Sorriso, no Mato Grosso, e precisou passar por uma cirurgia de emergência. O caso aconteceu na última segunda-feira (11).

Tudo começou quando Jéssika decidiu buscar ajuda de uma massagista para aliviar uma dor no pescoço. A empresária, no entanto, acabou optando também por uma sessão de acupuntura, por conselho da profissional que a atendeu.

– Ela [a massagista] comentou comigo que estava tendo bons resultados e perguntou se eu queria testar. Na hora, eu fiquei meio receosa… Não gosto muito de agulhas, mas ela falou que seria muito bom e que iria me ajudar – disse, em entrevista ao portal Uol.

No meio da sessão, Jéssika relatou estar com dores e com dificuldade de respirar, mas ouviu da massagista que fazia parte do procedimento.

Ao retornar para casa, porém, a empresária continuou com a faltar de ar e sequer conseguia deitar em sua cama. Então, ela decidiu consultar sua fisioterapeuta para saber se havia a possibilidade de ter sido ferida na sessão.

– Ela falou que sim porque eu sou bem magra, quase sem gordura, e me recomendou ir ao hospital – explicou.

Na unidade de saúde, Jéssika fez uma tomografia, que apontou que seu pulmão estava comprimido. A paciente precisou de uma cirurgia de emergência para colocar um dreno.

– Num primeiro momento, achei que seria algo rápido, mas eu ainda estou internada, com bastante dor. O dreno fica entre a costela. Não consigo dormir bem. Está muito difícil – desabafou.

Segundo a empresária, a massagista ficou “desesperada” ao tomar conhecimento do ocorrido, pois trabalha com acupuntura há 24 anos.

– Ela ficou bem preocupada, mas eu ainda não estou falando com ninguém, pois estou em estado de choque – disse.

Jéssika preferiu não identificar a profissional e o local onde foi lesionada. Ela ainda não sabe se fará uma denúncia formal.

Leia também1 Acusado de estuprar as irmãs é considerado foragido pela PF
2 Jovem cristão preso por engano é solto: "Deus me usou na prisão"
3 8 militares são condenados por morte de músico e catador no RJ
4 PF prende mais sete pessoas por mega-assalto em Araçatuba
5 STJ revoga prisão de moradora de rua que furtou alimentos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.