Leia também:
X Marília Mendonça: Filha de piloto é alvo de ataques na web

Mulher pede que a cremem com milho de pipoca e velório viraliza

Bertile também quis que atirassem um buquê na cerimônia. Quem pegasse seria o próximo a morrer

Thamirys Andrade - 11/11/2021 16h32 | atualizado em 12/11/2021 09h33

Bertile Leal Ferreira Foto: Arquivo Pessoal e Reprodução Tik Tok

A aposentada Bertile Leal Ferreira, de 65 anos, quis arrancar risadas das pessoas que amava até mesmo em seu velório. Moradora de Curitiba (PR), ela pediu aos familiares que colocassem milho de pipoca dentro de seu caixão para que, durante a cremação, eles estourassem e virassem pipoca. E assim foi feito. Seu último desejo foi cumprido.

Mas não para por aí. Bertile também quis que usassem as flores do seu velório para confeccionar um buquê e o atirassem para cima, na cerimônia fúnebre, como é tradicionalmente feito em casamentos. O azarado entre os presentes que agarrasse o buquê seria o próximo a morrer.

Ninguém se dispôs a tentar pegar as flores.

– Apesar de tantas dificuldades, nunca perdeu o bom humor. Até na sua passagem, queria risadas. Nós te amamos além dessa vida – escreveu sua sobrinha, Ariadne Cristine, no TikTok.

O vídeo do velório foi postado por Ariadne na rede social, e não demorou a viralizar. Até a tarde desta quinta-feira (11), já acumulava 4,1 milhões de visualizações e mais de 758 mil curtidas.

@ariadnecristineApesar de tantas dificuldades, nunca perdeu o bom humor. Até na sua passagem queria risadas. Nós te amamos além dessa vida ❤️ ##fy ##humor ##flores♬ Oh No – Kreepa

Leia também1 Mulher é presa após cortar pênis de homem que tentou estuprá-la
2 Pirâmide: PF prende grupo que teria fraudado R$ 100 milhões
3 RJ: Postos de combustíveis são incendiados na Zona Oeste
4 SP: Manifestantes entram em confronto com a polícia
5 Escola cancela apresentações de peça que usa linguagem neutra

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.