Leia também:
X Escola suspeita de tortura dava remédio para bebês dormirem

Mulher grava vídeo antes de matar filho de 1 ano asfixiado

Vídeo foi deixado para o marido: "Falhei como esposa, falhei como mãe"

Monique Mello - 24/03/2022 16h22 | atualizado em 24/03/2022 16h57

Mulher gravou vídeo de despedida antes de matar o filho e se matar Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma mulher matou o filho de 1 ano e 4 meses por asfixia e, em seguida, cometeu suicídio. O caso ocorreu no distrito de Cocão, zona rural de Wenceslau Guimarães, no baixo sul da Bahia.

A mulher, identificada como Rayssa Santana, gravou um vídeo de despedida destinado ao marido, com o filho no colo. Ela começa o vídeo falando que foi muito feliz nos quatro anos de casamento e pede perdão ao esposo.

– Meu amor, só gravei este vídeo para você ver seu filho, porque são nossas últimas imagens. Gostaria que você soubesse que eu te amei muito, te amo muito, e que a gente foi muito feliz. Eu fui muito feliz nesses quatro anos de casada com você. Você é uma ótima pessoa. Um marido melhor Deus não poderia me dar. Me perdoe por isso – disse.

No vídeo, Rayssa não deixa claro o motivo do crime, mas diz que falhou como esposa e como mãe. Ela também diz que o pai encontrará o bebê “na glória”, indicando que talvez ela professasse a fé cristã.

– Eu falhei como esposa, falhei como mãe. Mas eu vou ter que levar Jessé também, para você seguir sua vida. Vai ser difícil, mas pode seguir sua vida, tá bem? Em breve você vai se encontrar com Jessé, na glória. Mas, para mim, eu acho que Deus não vai me perdoar pelo que eu fiz. Tchau, adeus. Dá tchau ao papai – completou.

Os corpos de mãe e filho foram encontrados dentro da casa pela Polícia Militar, que foi chamada ao local. Entretanto, não há detalhes sobre quem teria acionado os agentes. O caso foi registrado na Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Valença. O pai não se pronunciou, e a Polícia Civil está investigando o caso.

Leia também1 Falso delegado é preso ao deixar mulheres em cárcere privado
2 Aluno de 13 anos esfaqueia dois colegas dentro da escola
3 Filha de Belchior é condenada pela morte de metalúrgico
4 Após mal súbito, Gottino recebe alta: "Obrigado, Deus"
5 Em 1ª entrevista, mendigo de Planaltina conta sua versão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.