Leia também:
X Homem é espancado e morto em Carrefour de Porto Alegre

Mulher de homem morto no Carrefour diz que marido pediu ajuda

"Os seguranças me empurraram", contou Milena Borges Alves

Ana Luiza Menezes - 20/11/2020 12h51 | atualizado em 20/11/2020 16h14

Milena Borges Alves e o marido, João Alberto Silveira Freitas Foto: Reprodução

Em entrevista à Rádio Gaúcha, nesta sexta-feira (20), Milena Borges Alves, de 43 anos, falou sobre a morte de seu marido, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, que foi espancado e morto no Carrefour de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Ela disse que tentou ajudar João, mas foi impedida pelos seguranças.

– Eu estava pagando no caixa, daí ele desceu na minha frente. Quando eu cheguei lá embaixo, ele já estava imobilizado. Ele pediu: ‘Milena, me ajuda’. Quando eu fui, os seguranças me empurraram – falou.

João Alberto foi espancado na noite de quinta-feira (19). Segundo informações do portal G1, os dois suspeitos pelo crime foram presos em flagrante. Um deles é policial militar e foi levado para um presídio militar. O outro trabalhava como segurança do supermercado e está em um prédio da Polícia Civil.

A investigação trata o crime como homicídio qualificado. A Polícia Civil informou que os nomes dos seguranças presos são Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva.

De acordo com a Brigada Militar, o espancamento começou após um desentendimento entre a João Alberto e uma funcionária do Carrefour. A vítima teria ameaçado bater na funcionária, que acionou a segurança da loja.

Em nota, o Carrefour lamentou o caso e disse que tomou providências para que os responsáveis sejam punidos legalmente.

Leia também1 'Esperamos por justiça', diz pai de homem morto em Carrefour
2 Damares: "Vida de um brasileiro foi brutalmente ceifada"
3 Homem é espancado e morto em Carrefour de Porto Alegre
4 Bebê morre durante incêndio em maternidade pública de Natal
5 Árvore de grande porte cai na Avenida Paulista e fere idosa

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.