CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Passageiros ajudam jovem que estava com o cartão bloqueado

MPSP vai investigar ex-governador Geraldo Alckmin

Órgão vai apurar se o político cometeu o crime de improbidade administrativa

Henrique Gimenes - 20/04/2018 15h34

MPSP abre investigação contra o ex-governador Geraldo Alckmin Foto: A2img/Alexandre Carvalho​

Nesta sexta-feira (20), o Ministério Público de São Paulo (MPSP) abriu um inquérito civil contra o ex-governador do estado e pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB). O órgão pretende apurar se o político cometeu improbidade administrativa em um caso de caixa 2.

Delatores ligado à Odebrecht apontaram que Geraldo Alckmin teria recebido, e deixado de declarar à Justiça Eleitoral, mais de R$ 10 milhões destinados à sua campanha eleitoral em 2010 e 2014. O caso estava sendo investigado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que o encaminhou à Justiça Eleitoral.

Também serão investigados o cunhado do ex-governador, Adhemar Cesar Ribeiro, e o secretário de Planejamento do governo de São Paulo, Marcos Monteiro.

Em nota, Geraldo Alckmin disse que “vê a investigação de natureza civil com tranquilidade e está à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos. Não apenas por ter total consciência da correção de seus atos, como também por ter se posicionado publicamente contra o foro privilegiado. Registre-se que os fatos relatados já estão sendo tratados pela Justiça Eleitoral, conforme determinou o Superior Tribunal de Justiça”.

Leia também1 Prefeito vira meme por causa de fotomontagem em obra
2 Fiesp ilumina edifício com a bandeira de Israel