MPF pede que Justiça suspenda novo autódromo do RJ

Órgão afirma que construção pode prejudicar área da Mata Atlântica

Pleno.News - 20/05/2019 14h53

Projeto do autódromo do Rio de Janeiro Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal afirmou que encaminhou um pedido para a Justiça Federal suspender a licitação do novo autódromo do Rio de Janeiro. A abertura do edital está marcada para esta segunda-feira (20).

Segundo o documento, a construção não leva em conta possíveis impactos ambientais e o projeto precisa realizar estudos sobre a preservação da área antes de abrir o edital. Para o MPF, o atual projeto pode afetar a Mata Atlântica.

MPF pede suspensão de licitação por falta de licenciamento ambiental Foto: Reprodução

O projeto do novo autódromo visa a área da Floresta de Camboatá, em Deodoro, Zona Oeste da capital.

– A Floresta de Camboatá é o único ponto remanescente de grande porte de Mata Atlântica em área plana na cidade – explica o pedido.

O presidente Jair Bolsonaro já anunciou a construção da nova pista e comemorou, em cerimônia com o governador Wilson Witzel e o prefeito Marcelo Crivella, o retorno da Fórmula 1 para o Brasil.

LEIA TAMBÉM+ Bolsonaro: "Rio de Janeiro receberá etapa da Fórmula 1"
+ Bolsonaro a repórter: 'Não tem pergunta mais inteligente?'
+ Homenagens marcam 25 anos da morte de Ayrton Senna


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo