Leia também:
X MPF decide que ritual indígena de esquartejamento é “cultural”

Motociclista roda Brasil e morre acidentado na última parada

Tiago e sua namorada, Jennifer, sofreram um grave acidente no MS, ao fim da viagem de 8 meses

Thamirys Andrade - 19/11/2021 13h56 | atualizado em 19/11/2021 15h29

Mochileiro sofre acidente em etapa final de viagem e tem perna amputada.
Tiago e Jennifer percorreram 36 mil km e visitaram os 26 estados, além do DF Foto: Arquivo Pessoal

Dois mochileiros que cruzaram 36 mil quilômetros pelo Brasil de motocicleta acidentaram-se gravemente na última parada, no Mato Grosso do Sul, pouco antes de encerrarem a viagem de mais de 8 meses.

Tiago Escarcell Boher, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu nesta sexta-feira (19) devido a uma parada respiratória.

Já a namorada de Tiago, Jennifer Santos, de 19 anos, continua internada em estado grave na Santa Casa de Campo Grande. A jovem sofreu múltiplas fraturas, mas está consciente e estável, monitorada no CTI (Centro de Tratamento Intensivo).

Naturais de Pelotas (RS), Thiago e Jennifer estavam juntos há mais de 1 ano e sonhavam em desbravar todos os estados brasileiros. Horas antes do acidente, o casal publicou um vídeo nas redes sociais soltando fogos de artifício, em celebração aos 36 mil quilômetros percorridos e à chegada ao último destino: o estado do Mato Grosso do Sul.

– Após 8 meses e 13 dias, se eu contasse, ninguém acreditaria, nós conseguimos! Estamos na beira da estrada. Percorremos mais de 36 mil quilômetros. Não foi fácil. Estamos cansados, mas realizamos um sonho! O Brasil é nosso. Com a nossa moto, rodamos o país inteiro, demos uma volta no país e vamos voltar para casa […] Concluímos os 27 estados [sic]. Acabamos de chegar a Mato Grosso do Sul. Demos a volta no Brasil! – comemorou Tiago.

Contudo, o casal se acidentou na BR-060, em Paraíso das Águas, quando um outro motocilista, de 63 anos, tentou ultrapassar um caminhão e colidiu de frente com a moto de Tiago. O casal foi arremessado para a margem da rodovia, enquanto o motociclista que causou o acidente foi atingido por uma carreta e morreu no local.

Tiago chegou a ter a perna esquerda amputada durante seu tratamento no hospital e precisou ser entubado após a realização de uma cirurgia. Mas ele não resistiu, indo a óbito às 7h55 desta sexta-feira (19).

– Tiago é a melhor pessoa que já conheci. Não tinha nada de maldade no coração dele! O sonho dele era viajar por todos os estados do Brasil com a sua moto, e nós sempre apoiamos todas as vontades que ele tinha. Precisamos ser fortes pelo nosso tesouro, para superar e seguir em frente – lamentou sua irmã, Fabiane Bohrer, em entrevista ao G1.

Fabiane ainda descreveu a cunhada como “uma menina ótima”.

– Sabemos que ela sempre amou meu irmão. Torcemos para ela sair dessa bem e se recuperar – completou.

Leia também1 MPF decide que ritual indígena de esquartejamento é "cultural"
2 PF pede ao STJ prisão preventiva do padre Robson de Oliveira
3 Justiça arquiva inquérito contra filhos de Lula por sonegação
4 São Paulo: Justiça suspende construção na Cracolândia
5 CE: Homem é preso suspeito estuprar a própria mãe idosa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.