Leia também:
X Silveira usa rede da esposa para chamar Moraes de “mentiroso”

Morre menina de 5 anos usada como escudo humano por primo

Criminosos tentaram matar primo da vítima em razão de uma disputa entre facções

Thamirys Andrade - 22/08/2022 14h08 | atualizado em 22/08/2022 18h43

Ana Clara Magioto Gonçalves Foto: Reprodução

Morreu nesta segunda-feira (22) uma menina de 5 anos que foi usada como escudo humano pelo próprio primo durante a invasão de criminosos à residência onde ela morava. Ana Clara Magioto Gonçalves foi atingida por um disparo na cabeça. Seu primo, por outro lado, saiu ileso, fugindo pelo telhado da casa. Ele seria alvo dos bandidos em razão de uma disputa entre facções.

O caso aconteceu na última sexta-feira (19), em Catalão, Goiás. De acordo com a Polícia Militar, o homem também usou a irmã de Ana Clara para se proteger dos disparos. A adolescente de 15 anos foi atingida na barriga e teve o pulmão perfurado. Ela foi submetida a uma cirurgia neste sábado (20), e segue internada, mas já passa bem.

Segundo o portal G1, os tiros foram disparados por quatro homens que chegaram em uma moto. Dois deles foram presos no mesmo dia e confessaram a motivação do crime. Os outros estão foragidos, mas já foram identificados por meio das imagens das câmeras de segurança.

– As vítimas não têm nada relacionado com os autores. Não era o desfecho que eles queriam. Eles queriam sim atingir o rapaz que é relacionado ao crime – disse o major Dieison Ribeiro do Carmo.

As meninas foram socorridas por uma vizinha e levadas pelo Corpo de Bombeiros a um hospital em Catalão, e posteriormente transferidas para Goiânia, capital do estado.

Leia também1 Defesa alega piora de saúde de Bruno Krupp e pede liberdade
2 Homem com carro roubado colide com caminhão e morre
3 Morre criança que ficou presa por quase 18 horas em buraco
4 Motorista embriagado e sem CNH atropela 5 crianças em MG
5 Bebê de nove meses morre a tiro durante combate entre facções

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.