Leia também:
X Marcos do Val reclama de salário e diz que não irá se corromper

Morre a quarta vítima do ataque a escolas em Aracruz

Flavia Amoss Merçon Leonardo era professora e tinha 38 anos de idade

Pleno.News - 26/11/2022 17h57 | atualizado em 28/11/2022 11h20

Câmera de segurança flagrou momento em que atirador passou pelo corredor Foto: Reprodução/Câmeras de Segurança

Na tarde deste sábado (26), a Secretaria da Saúde do Espírito Santo (Sesa) confirmou a morte da quarta vítima dos ataques que ocorreram em duas escolas de Aracruz. O atentado, de autoria de um adolescente de 16 anos, aconteceu na sexta-feira (25), e o atirador está preso. As informações são do G1 e do site O Antagonista.

Na sexta, três pessoas (duas professoras e uma aluna de 12 anos) haviam morrido e 11 estavam feridas, tendo sido encaminhadas aos hospitais da região.

A quarta vítima era uma mulher de 38 anos. Familiares disseram à Rede Gazeta que trata-se da professora Flavia Amoss Merçon Leonardo, que trabalhava na Escola Estadual Primo Bitti.

A Escola Estadual Primo Bitti foi a primeira escola a ser atacada. O outro colégio invadido é o Centro Educacional Praia de Coqueiral (CEPC), onde funcionava o Instituto Darwin, da rede privada.

Flavia estava internada internada no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, na Serra.

De acordo com um boletim divulgado, mais cedo, pela Secretaria de Saúde, dois alunos estão em estado grave na UTI do Hospital Infantil de Vitória: um menino de 11 anos, que teve perfurações na barriga; e uma menina de 14, que foi baleada na cabeça e está intubada.

A Polícia Civil disse que o autor dos disparos irá responder por ato infracional análogo a três homicídios e a 10 tentativas de homicídio qualificadas.

Leia também1 Veja quem são as vítimas do ataque a escolas em Aracruz, ES
2 ES: Jovem que matou 3 pessoas é filho de tenente da polícia
3 Escolas no ES: Criminoso matou dois professores e um aluno
4 Assassino que invadiu escolas e matou três pessoas no ES é preso
5 Ex-diretora de escola atacada: "Clima era de desespero"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.