Moro envia Força Nacional para proteger indígenas

Ministro se pronunciou por meio de rede social

Ana Luiza Menezes - 09/12/2019 16h14

Ministro da Justiça, Sergio Moro Foto: PR/Carolina Antunes

Nesta segunda-feira (9), o ministro da Justiça Sergio Moro, usou uma rede social para informar que enviou a Força Nacional para proteger indígenas do Maranhão. A decisão foi tomada após duas mortes registradas na Terra Indígena Cana Brava Guajajara, no último sábado.

– Autorizei ainda o envio da Força Nacional de Segurança Pública da SENASP/MJSP para a região, a fim de evitar qualquer novo incidente criminoso – escreveu Moro.

As vítimas foram os caciques Firmino Silvino Praxede Guajajara e Raimundo Guajajara. Eles foram mortos a tiros disparados de um carro, às margens da rodovia BR-225, em Jenipapo dos Vieiras.

Em seu post, o ministro compartilhou uma mensagem da Polícia Federal (PF), sobre a instauração de um inquérito para apurar o caso.

– Polícia Federal vai investigar o assassinato dos indígenas Guajajaras – declarou o ministro.

Já no sábado, ele tinha se pronunciado no Twitter, onde lamentou o ocorrido. Na ocasião, ele chegou a sinalizar que poderia enviar a Força Nacional.

Na área, a Força Nacional deverá fornecer suporte logístico à Fundação Nacional do Índio (Funai), que protege as populações indígenas. A medida de Moro tem vigência de 90 dias, contados a partir da próxima terça-feira. Se necessário, o prazo poderá ser prorrogado.

LEIA TAMBÉM+ Zambelli critica texto de Maia contra corrupção: 'Hipocrisia'
+ Estados pressionam para receber recursos do pré-sal
+ Bolsonaro exalta militares: "Âncora do meu governo"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo