Leia também:
X Governo troca diretor da PF por nº 2 do Ministério da Justiça

Homem é preso após esquartejar vizinho por dívida de R$ 100

Crime chocou a cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio

Gabriela Doria - 25/02/2022 17h14 | atualizado em 25/02/2022 17h28

“Monstro da Serra” era procurado há quase dois anos Foto: Reprodução/Polícia Civil do Rio de Janeiro

Um homem acusado de matar e esquartejar um vizinho por causa de uma dívida de R$ 100 foi preso nesta quinta-feira (24) por agentes da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual do Rio de Janeiro (Polinter) em Campina Verde, Minas Gerais. Emanuel Sérgio Simões da Silva, que ficou conhecido como o “Monstro da Serra”, cometeu o crime em abril de 2020, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

De acordo com as investigações, Emanuel atraiu a vítima até sua casa. Dentro do imóvel, ele atacou o vizinho com vários golpes na cabeça. Após matá-lo, o criminoso ateou fogo ao corpo e o cortou em pedaços com uma serra do tipo “Makita”. Para não deixar rastros, ele dividiu o corpo em várias sacolas e as despejou em várias latas de lixo da cidade.

A justificativa que ele deu à polícia é de que estava indignado com a dívida.

O crime só foi solucionado depois que o irmão da vítima procurou a polícia para dar queixa do desaparecimento. Após ouvir a ex-companheira do criminoso, os agentes conseguiram desvendar o crime.

– Emanuel surgiu por trás da vítima e a golpeou na cabeça por duas vezes com uma marreta. Quando a vítima caiu, [ela] passou a se debater no chão então – relatou a testemunha.

Emanuel ainda teria afirmado para pessoas de seu convívio que já havia matado seis pessoas. Há dois meses, a polícia chegou ao paradeiro do homem, que tinha fugido para Minas Gerais.

Leia também1 Turista português é agredido por assaltantes na Zona Sul do Rio
2 Mulher morre esmagada ao tentar levantar 180kg em academia
3 Pai de Paulinha Abelha ainda não sabe da morte da cantora
4 Repórter do SBT é intimidada ao vivo ao tentar noticiar greve
5 Justiça proíbe dono do Grupo Itapemirim de sair do Brasil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.