Leia também:
X Rio: Bebê de mãe baleada na cabeça já recebe leite materno

Ministro do STJ nega retorno de Cabral ao Rio de Janeiro

Ex-governador foi transferido para presídio em Curitiba após denúncias de regalias

Henrique Gimenes - 30/01/2018 21h52 | atualizado em 31/01/2018 10h50

Ministro do STJ nega retorno do ex-governador Sérgio Cabral ao Rio de Janeiro Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (30), o ministro Humberto Martins, vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou um pedido feito pela defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, para voltar ao seu estado. Ele foi transferido, no dia 19, para o Complexo Médico Penal de Curitiba, no Paraná.

No pedido para retornar, os advogados de Cabral dizem que seus filhos menores de idade não possuem condições de visitá-lo na cadeia, alem de que voltar ao Rio é essencial para sua estratégia de defesa. A defesa ainda afirma que o ex-governador não pode trabalhar no novo presídio.

Em sua decisão, o magistrado afirma que a transferência não se mostra “desarrazoada ou ilegal, mormente quando presente a existência de provas da ineficácia da prisão preventiva do paciente em unidades prisionais vinculadas à SEAP/RJ, em especial a ausência de fiscalização e o controle exercido pelo paciente na cadeia pública José Frederico Marques”.

Sérgio Cabral deixou a cadeia de Benfica, na cidade do Rio de Janeiro, após o Ministério Público Federal (MPF) denunciar que ele estaria recebendo privilégios.

Leia também1 MPF apresenta 21ª denúncia da Lava Jato contra Cabral
2 Novo presídio que abriga Cabral tem fama de regalias

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.