Leia também:
X Bolsonaro vai a Resende para formatura de cadetes na Aman

Ônibus não tinha autorização para transportar passageiros

Informação, a respeito do acidente em MG, foi divulgada pela ANTT

Ana Luiza Menezes - 04/12/2020 21h39 | atualizado em 04/12/2020 21h40

Ônibus não tinha autorização para transportar passageiros Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o ônibus que caiu de um viaduto, nesta sexta-feira (4), no interior de Minas Gerais, não estava habilitado para transportar passageiros.

A agência explicou que a JS Turismo, empresa do ônibus, tinha conseguido na Justiça uma autorização para a prestação do serviço, mas o veículo em questão não estava habilitado.

O ônibus envolvido no acidente tinha a inscrição da JS Turismo e também o nome da Localima Turismo. Para a ANTT, Localima pode ser um nome fantasia ou a empresa que estaria prestando serviço à JS Turismo. As informações são do portal UOL.

A sede da Localima fica na mesma cidade da placa do ônibus, no sertão de Alagoas. Já a JS Turismo, que funciona por liminar, tem sede em Goiânia (GO).

O acidente deixou ao menos 16 mortos e 27 feridos. O ônibus despencou de um viaduto na BR-381, na cidade mineira de João Monlevade.

Leia também1 Ônibus cai de viaduto no interior de MG e mata 16 passageiros
2 Justiça condena pai que estuprou e matou filha
3 Criança morre depois de cair sobre prato e cortar a garganta
4 Shoppings do Rio ficarão abertos 24h para evitar aglomeração
5 Concessão da Cedae: BNDES e RJ chegam a acordo sobre tarifa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.