Leia também:
X Fux: “Tenho absoluta certeza de que não haverá nenhum golpe”

Menino morre após inalar meio vidro de desodorante aerossol

Pai da criança atribui culpa a desafio da internet

Thamirys Andrade - 26/08/2022 15h35 | atualizado em 26/08/2022 15h47

João Victor Santos Mapa Foto: Reprodução

Um menino de 10 anos morreu na noite desta quinta-feira (25) após inalar quase meio vidro de desodorante aerossol dentro de um guarda-roupa em sua residência, no Bairro Pirajá, em Belo Horizonte. Segundo o pai de João Victor Santos Mapa, 0 autônomo Fabiano Teixeira Santos, a criança cometeu o ato em razão de um desafio viral da internet.

– Ele gostava muito de internet e assistia aos vídeos na televisão. Eu peço para que todos olhem e tomem cuidados com seus filhos. A internet oferece muitas coisas boas, mas também tem coisas ruins (…). Hoje foi o meu filho, amanhã vai ser o de outro – alertou Fabiano, em entrevista ao jornal O Tempo.

De acordo com relato da mãe da criança feito à Polícia Militar, João Victor estava brincando com seus outros irmãos quando, próximo das 19h, ele desapareceu. Após buscarem por ele, os pais encontraram o garoto já desacordado dentro de um armário.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fez os primeiros socorros, mas o menino não resistiu. Seu corpo foi levado ao Instituto Médico-Legal, onde passará por perícia a fim de determinar a causa e circunstância da morte.

O desafio do desodorante se popularizou na internet por meio de vídeos e, em 2020, fez uma vítima em Aracaju, em Sergipe. Tratava-se de um menino de 12 anos, que foi a óbito após inalar um vidro inteiro do produto químico.

O ato é extremamente perigoso, pois a substância é levada pelas vias respiratórias até os pulmões, que por serem vascularizados, podem transportar o produto até a corrente sanguínea e chegar ao coração. O processo pode gerar parada cardíaca e a morte em questão de alguns minutos.

O produto é letal, pois possui alta quantidade de etanol e substâncias químicas antissépticas, como ácido clorídrico. Sua inalação pode destruir veias, além de provocar graves reações alérgicas. Segundo especialistas, o desafio do desodorante provoca uma sensação semelhante a do afogamento.

Em casos semelhantes, a vítima deve ser levada às pressas para uma unidade de saúde.

Leia também1 Polícia apreende 3,5 toneladas de maconha em ações no Rio Negro
2 Mãe tapava boca da filha para padrasto estuprá-la, em MG
3 PF e MP prendem 8 suspeitos em ação contra a maior milícia do RJ
4 Médica é presa por furto em loja de shopping na Zona Sul do Rio
5 Gilmar Mendes nega habeas corpus para mãe de Henry Borel

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.