Leia também:
X Bolsonaro vetará todo o Fundão se não puder cortar excessos

Menino de 6 anos grava a irmã sendo esfaqueada em São Paulo

Criança pretendia enviar as imagens para a mãe

Monique Mello - 17/08/2021 13h03 | atualizado em 17/08/2021 14h47

Imagens de agressão foram capturadas por um menino de 6 anos Foto: Reprodução

Uma adolescente de 13 anos foi apreendida por suspeita de tentativa de homicídio em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A jovem teria esfaqueado uma outra adolescente, de 14 anos, no peito e no pescoço, durante um briga no último sábado (14). A ocorrência foi em um condomínio do bairro Guilhermina, e as imagens foram capturadas pelo irmão da vítima, de apenas seis anos de idade.

A criança teria percebido que “algo aconteceria” quando a suspeita foi à sua residência, acompanhada de uma amiga.

– Elas entraram e trancaram o portão. Meu filho não tinha como sair e gravou para me mandar – afirma a comerciante Jeniffer, de 33 anos, mãe dos irmãos.

A filmagem mostra uma dupla de adolescentes encostadas em um veículo. Aparentemente há alguma discussão entre uma delas e a irmã do menino. De repente, uma das jovens avança sobre a outra. As duas rolam pelo chão. É possível ver que a agressora dá vários golpes na região peitoral e no pescoço da vítima. Teria sido esse o momento em que ela atingiu a vítima com uma faca.

Ninguém ainda sabe a motivação da briga, tampouco a mãe da vítima, que estava trabalhando no momento das agressões, mas recebeu o vídeo feito por seu filho mais novo.

– Não sei, a minha filha não fala; a menina também não falou. Elas começaram a discutir, mas parece que a menina já foi na intenção [de agredir], porque ela entrou na minha casa e já veio com a faca na blusa – explica Jennifer.

A Polícia Militar foi acionada e recebida pela mãe da vítima, que já havia chegado em casa. A estudante foi levada por um familiar até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Quietude, onde recebeu atendimento e foi liberada. Ainda segunda a mãe, a suspeita teria fugido do condomínio, mas os policiais conseguiram localizá-la. No entanto, a arma branca usada para as agressões não foi localizada.

A adolescente agressora foi encaminhada para a Fundação Casa.

Leia também1 Mãe flagra filho estuprando irmã de 4 anos e tenta matá-lo
2 Tio suspeito de estuprar e matar menina indígena é achado morto em presídio
3 CEO da Fórmula 1 é morta em casa pelo marido após traição
4 Possíveis membros do Talibã são mortos após confronto armado
5 Mulher esfaqueia marido, mas é perdoada na delegacia com beijo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.