Leia também:
X Dez crianças são agredidas por hora no Brasil, diz estudo

Menino de 4 anos morre após ser picado por escorpião

Caso aconteceu na cidade de Pires do Rio, em Goiás

Henrique Gimenes - 18/04/2021 18h42 | atualizado em 19/04/2021 11h20

Menino tinha quatro anos e morreu após ser picado por escorpião Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Um caso triste ocorreu na cidade de Pires do Rio, em Goiás, neste sábado (17). Um menino de quatro anos de idade morreu em casa após ser picado por um escorpião. A informação foi dada pelo portal G1.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do município, a criança foi picada na cabeça e deu entrada no “pronto socorro, choroso, vomitando, com hiperglicemia”. Davi Lucca Ferreira Borges ainda chegou a sofrer três paradas cardíacas que acabaram sendo revertidas pela equipe médica.

Depois, o menino foi transferido para Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, e internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Davi Lucca, no entanto, acabou tendo outra parada cardíaca e morrendo.

Ao veículo de imprensa, a mãe da criança, Renata Ferreira Cardoso, de 28 anos, falou sobre a picada do escorpião.

– Ele vomitava sem parar, tipo uma secreção com espuma. Ele foi medicado e voltou para casa. Em casa, ele dormiu, mas estava muito gelado e delirando, falando coisas sem nexo. Então voltamos para o hospital, e o quadro se agravou – apontou Renata.

A Secretaria Municipal de Saúde ressaltou que “a hipótese diagnóstica é choque anafilático”, uma reação alérgica grave. O corpo da criança foi “encaminhado ao IML para investigação”.

Leia também1 Aluno é 'flagrado' fazendo sexo durante aula de universidade
2 Autoridades 'acabam' com festa no mar com mais de 20 lanchas
3 Suspeito de matar delegado é morto a tiros em ambulância
4 Respiradores novos são achados em 'parede falsa' de hospital
5 Mulher toma arma de policial em delegacia e atira contra agentes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.