Leia também:
X PF abre inquérito para investigar ministro Eduardo Pazuello

Menino de 2 anos morre após engasgar com peça de brinquedo

Caso aconteceu em Montes Claros, Minas Gerais

Ana Luiza Menezes - 29/01/2021 16h38 | atualizado em 29/01/2021 17h03

Luiz Otávio Aquino Madureira tinha 2 anos Foto: Reprodução

Morreu, nesta quinta-feira (28), o menino de 2 anos que engasgou com a peça de um brinquedo. O pequeno Luiz Otávio Aquino Madureira passou 12 dias internado no CTI da Santa Casa, em Montes Claros (MG).

A assessoria de comunicação do hospital informou que a criança teve morte cerebral. A família do garoto autorizou a doação dos órgãos.

Charles Madureira, pai do menino, publicou um vídeo em uma rede social para agradecer pelas orações.

– Infelizmente, nosso guerreiro não resistiu. Agradeço imensamente a cada um de vocês que [se] ajoelhou e clamou a Deus pedindo a misericórdia, pedindo a ressureição do nosso filho, mas foi feita a vontade de Deus. A vontade de Deus foi diferente da nossa; então, chegou o último dia [de vida de Luiz]. Infelizmente, foram feitos todos os testes e constatou-se a morte encefálica [dele]. Não tem mais o que [se] fazer; é só mesmo pedir a Deus para continuar dando forças a nós, porque não é fácil. Mesmo nesse momento difícil de dor, nós optamos por fazer a doação de órgãos dele. Com isso, vão restaurar sete vidas. Não só sete vidas, mas vão restaurar sete famílias. Que essas famílias possam ter a esperança de ter seus filhos de volta, igual eu tinha a esperança de ter o meu… infelizmente, [isso] não ocorreu – disse Charles.

Luiz Otávio se engasgou com uma uma ventosa (parte de uma flecha), no último dia 17, enquanto brincava na casa da avó materna. A mãe dele, Isabela Aquino, falou com o portal G1 sobre o acidente.

– Falei para ele tirar [da boca]. Só que ele sugou, e a peça foi parar na garganta. Imediatamente, enfiei o dedo para tentar puxar. Só que estava longe, mais fundo. Meu ímpeto foi correr para o hospital – disse Isabela.

A assessoria da Santa Casa disse que exames estão sendo feitos para avaliar se a doação de órgãos será possível.

Leia também1 SP: Governo entra com recurso para restabelecer volta às aulas
2 IBGE pede que população atenda entrevistadores por telefone
3 Em São Paulo, idosa atira em assaltante que invadiu sua casa
4 AM: Morre paciente com Down fotografado com enfermeiro
5 Mulher que deu à luz trigêmeos morre em SC após complicações

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.