Leia também:
X “Lula sempre foi fascistoide”, afirma Ciro Gomes

Mais de 14h: Menino autista é mantido refém por ex-padrasto

Homem exige presença da ex-mulher

Pleno.News - 22/09/2022 10h17 | atualizado em 22/09/2022 12h31

Menino autista é mantido refém há mais de 14 horas por ex-padrasto Foto: Reprodução/RecordTV

Em Belo Horizonte (MG), um menino de 7 anos é feito refém desde as 18h de quarta-feira (21). O ex-padrasto dele invadiu a casa, porque não se conformou com o fim do relacionamento com a mãe da criança. As informações são do G1 e do R7.

Agentes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) foram para o local, a fim de negociar a liberação.

Leandro Mendes Pereira, de 39 anos, invadiu o imóvel no momento em que o filho de sua ex-mulher chegou da escola com um amigo da família. Desde então, os dois ficaram sob domínio de Leandro.

A mãe do garotinho chegou a ser feita de refém, pois tinha chegado em casa após o trabalho, mas conseguiu escapar.

A Polícia Militar disse que Mendes mantém duas pessoas na casa sob a mira de um revólver. Os policiais contaram ainda que ele exigiu a presença da ex-companheira, mas ela precisou de atendimento médico.

Em um áudio enviado a parentes, o homem disse que não tem medo.

– Eu não tenho medo de homem nenhum. Se eu tiver que apanhar, morrer. Deixa eu falar para você. Eu estou aqui desde às 14h esperando ela. Eu já vim pronto para morrer, irmão. Eu estou com 39 anos. Os últimos seis anos foram gastos neste casamento. Fazendo o que eu podia, da forma que eu podia, e mesmo assim não deu. Vacilou geral comigo. Eu estou transtornado – declarou.

Parentes contaram que a criança tem autismo e sofre de epilepsia, conforme revelou o portal Metrópoles. Leandro mandou imagens do menino para o pai da criança.

– Ele está bem. Está deitado aqui, tomando iogurte. Eu só vou liberar quando ela chegar e se o pessoal não fizer gracinha – disse ainda Mendes, por meio de uma mensagem de áudio.

Ele é primo de primeiro grau da ex-mulher, com quem se relacionou por seis anos. Há dois anos, eles tinham se casado no papel. No entanto, há dois meses o casal tinha se separado, de acordo com relatos de familiares.

Leia também1 Beneficiários com NIS final 4 recebem hoje o Auxílio Brasil
2 Padre critica oferendas feitas em cemitério católico no RS
3 É impossível ter 33 milhões passando fome, aponta Guedes
4 "Não desconfiei", diz mãe de menino molestado por ator
5 Plano de saúde: Bolsonaro assina PL que amplia tratamentos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.