Leia também:
X Moro sobre PL das Fake News: Risco enorme à democracia

Menina de 11 anos morreu após ser estuprada pelo padrasto

Kameron Osolinski foi encontrada sem vida após um dia de desaparecimento

Thamirys Andrade - 29/04/2023 15h51 | atualizado em 02/05/2023 18h44

Kameron Odila Gouveia Osolinski Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Paraná prendeu o padrasto de Kameron Odila Gouveia Osolinski, de 11 anos, menina que foi encontrada morta no Paraná na última quinta-feira (27). Segundo as investigações, o homem estuprou e matou a pré-adolescente, tendo em seguida ocultado o cadáver.

Kameron foi vista pela última vez na quarta (26), ao sair de sua residência às 14h a fim de ir à casa de uma amiga fazer atividades escolares, segundo a prefeitura de Guaraqueçaba (PR). O desaparecimento ocorreu na região da PR-405, em Ipanema.

Em entrevista coletiva, o delegado Nilson Diniz, da Delegacia da Polícia Civil de Paranaguá, afirmou que o padrasto de Kameron admitiu o crime em depoimento.

– Ele percebeu que a vítima já se encontrava morta [após o estupro] e teria tentado ocultar o corpo. Como todos já sabem, esse fato não foi comunicado a mãe da vítima. Com a ausência da filha, ela comunicou o fato à Polícia Militar – disse Diniz, segundo o Metrópoles.

Ainda de acordo com o delegado, o padrasto demonstrou vontade de ser preso, pois afirmava que foi ameaçado de morte devido ao crime.

A Prefeitura decretou luto oficial de três dias pela morte de Kameron, destacando que o caso chocou a população guaraqueçabana.

Leia também1 Após desaparecimento, menina de 11 anos é encontrada morta
2 Ladrão fantasiado de vaca é preso após tentar furtar mochila
3 Chega a seis o número de mortos após desabamento de prédio
4 Professora é suspeita de incitar violência em sala de aula
5 Casamento de prefeito com adolescente pode ser anulado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.