Leia também:
X Bolsonaro comenta suposta fala de Mandetta sobre “trezoitão”

Médica filha de prefeito no PR é sequestrada ao sair do trabalho

Tamires Mignoni foi raptada na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul, onde trabalha em uma unidade de saúde pública

Paulo Moura - 19/10/2020 14h03 | atualizado em 19/10/2020 15h27

Filha de prefeito foi sequestrada na última sexta-feira Foto: Reprodução

A médica ginecologista Tamires Gemelli da Silva Mignoni, filha do prefeito da cidade paranaense de Laranjeiras do Sul, Berto Silva, foi sequestrada na última sexta-feira (16), por volta do meio-dia, na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul. Informações sobre pedidos de resgate chegaram a circular, mas, em nota, o pai da vítima negou que tenha recebido qualquer solicitação.

Uma equipe do grupo Tático Integrado de Grupos de Repressões Especiais (Tigre), foi mandada do Paraná para o estado gaúcho com o objetivo de auxiliar a liberar a refém e prender os suspeitos. A delegada Diana Zanatta, que está auxiliando nas investigações, afirmou que boa parte das informações sobre o caso têm ficado em sigilo para preservar a vida da médica Tamires.

– Não podemos divulgar nenhuma informação, pois os criminosos também têm acesso a tudo que é informado e isso é muito perigoso – afirma.

Tamires Mignoni foi sequestrada na última sexta-feira, quando saía de uma unidade de saúde em Erechim, onde é contratada pela Prefeitura. Segundo informações, ela foi raptada quando se aproximava de seu carro e acabou sendo levada pelos criminosos. O veículo da vítima foi abandonado aproximadamente seis quilômetros do local onde ela foi vista pela última vez.

Leia também1 Reality cristão reúne tiktokers para evangelizar pela internet
2 "Próximo passo é a reforma administrativa", diz Bolsonaro
3 Bolsonaro comenta suposta fala de Mandetta sobre "trezoitão"
4 Chega ao fim o casamento do treinador de vôlei Bernardinho
5 Dinheiro com Chico Rodrigues pagaria empregados, diz defesa

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.