Leia também:
X MP denuncia mãe de Gael por agredir, asfixiar e matar o filho

MC Kevin respondia por quatro crimes no estado de São Paulo

Com a morte do cantor, o arquivamento das ações será solicitado

Thamirys Andrade - 21/05/2021 10h44 | atualizado em 21/05/2021 11h56

MC Kevin morreu após cair de hotel no Rio de Janeiro
MC Kevin morreu após cair de hotel no Rio de Janeiro Foto: Reprodução

O cantor Kevin Nascimento Bueno, mais conhecido com MC Kevin, respondia por quatro crimes em São Paulo, estado onde morava. As infrações foram cometidas nos últimos quatro anos e incluem violação de medida sanitária preventiva, posse de drogas para uso pessoal, embriaguez ao volante e receptação de um celular furtado.

O boletim mais recente data de 13 de maio de 2020 e foi registrado na 3ª DP (Mogi das Cruzes). Segundo a denúncia, o cantor desrespeitou os procedimentos de isolamento social no período em que estava com Covid-19. De acordo com moradores do condomínio do artista, MC Kevin esteve em áreas comuns do espaço, como na academia, e circulou de carro, inserindo a sua digital no dispositivo de liberação de entrada e saída. Na ocasião, o cantor chegou a pedir desculpas em seu Instagram, mas foi autuado por “infringir determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa”.

Em 10 de março de 2019, Kevin foi levado a 73º DP (Jacana), após ser flagrado por policiais fumando maconha dentro do carro com um amigo. Na ocasião, ele respondeu de “forma bastante exaltada”, “tentou se desvencilhar” e “regressou para o interior veículo”, de onde retirou dois copos com bebida alcoólica. Ele se recusou a acompanhar os policiais, alegando que era “artista” e que “não iria a lugar algum”. O MC precisou ser algemado e levado na viatura. Lá, na delegacia, ele foi indiciado por posse de drogas para consumo pessoal, mas foi liberado após assinatura de termo de compromisso.

Já em 28 de junho de 2016, PMs abordaram Kevin em uma ronda a pé e, durante a revista, encontraram um Iphone que constava como furtado no ano anterior. De acordo com o cantor, o aparelho “poderia ser de procedência duvidosa”. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado até à 90ª DP (Parque Novo Mundo), sendo liberado após pagamento de fiança de R$ 1 mil. O cantor foi indiciado por receptação, e o processo ainda corre na 8ª Vara Criminal do Fórum da Barra Funda.

Em 13 de julho de 2016, o cantor se envolveu em um acidente de carro por embriaguez. Ele conduzia um Hunday Tucson quando avançou o sinal vermelho e bateu contra um outro veículo, atingindo ainda o muro de proteção da via-férrea. Ele estava com 0,49 Mg/L de álcool no sangue (o permitido é até 0,33 Mg/L) e apresentava “sinais notórios de ter ingerido bebida alcóolica em excesso”, como “vermelhidão nos olhos, andar cambaleante, odor etílico” e fala “desconexa”. Kevin também não tinha carteira de habilitação. Ele pagou outra fiança no valor de R$ 1 mil e foi liberado para responder em liberdade.

MC Kevin morreu no domingo (16), aos 23 anos, após cair do quinto andar de um condomínio na Barra da Tijuca. Dessa forma, o arquivamento das ações será solicitado.

Leia também1 Necropsia aponta que MC Kevin sofreu 13 fraturas após queda
2 A assessor, MC Kevin dizia que morreria antes dos 25 anos
3 Internautas se confundem com nomes e "matam" MC Kevinho
4 Ex de MC Kevin revela como filha reagiu à morte do pai
5 Deputado do PSL critica comoção nacional por morte de MC Kevin

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.