Leia também:
X Eduardo B. vai à Justiça contra blogueira que queria esfaqueá-lo

Mais uma escola condena a série Round 6: “Tortura psicológica”

Novo fenômeno mundial da Netflix possui classificação etária de 16 anos

Monique Mello - 15/10/2021 18h30 | atualizado em 16/10/2021 17h15

No embalo das escolas do Distrito Federal e de uma escola particular do Rio de Janeiro, o Colégio Agostiniano, um dois mais tradicionais de Goiânia (GO), também se posicionou perante aos pais em alerta à série Round 6, da Netflix.

A diretoria do colégio enviou uma reflexão aos pais abordando a importância do acompanhamento dos responsáveis aos conteúdos consumidos pelos filhos.

– A série em questão tem classificação indicativa de 16 anos e traz cenas explícitas de violência, tortura psicológica e morte, associada a brincadeiras infantis, o que acaba atraindo a curiosidade, principalmente das crianças. Considerando que muitos ainda estão frágeis e sensíveis diante de tudo o que vivemos, esse tipo de conteúdo pode se tornar um gatilho para outros problemas psicológicos – diz o documento.

O texto também enfatiza a facilidade de acesso a todo tipo de conteúdo, facilitado pela modernidade.

– A facilidade de acesso e a ampla disponibilidade de conteúdo tornam bastante difícil que pais e responsáveis acompanhem tudo o que eles acessam. […] Expô-los a conteúdos que incitam violência, paranoias, impulsos suicidas e muitas outras coisas negativas provavelmente não fará bem a eles, já tão fragilizados por enfrentaram um período pandêmico – acrescenta.

Em nota enviada ao Metrópoles, a instituição de ensino afirmou que a pandemia e o isolamento social fizeram com que crianças e jovens se aproximassem ainda mais das mídias digitais, incluindo as plataformas de streaming.

Para a direção do colégio, ações como essa colaboram com a saúde mental dos alunos e reforçam o desejo de ver todas as crianças e adolescentes “sempre felizes e seguras”.

Lançada em 17 de setembro, Round 6 conta a história de 456 pessoas endividadas que se envolvem em jogos mortais inspirados em brincadeiras infantis para ganhar um prêmio bilionário.

Na última terça-feira (12), a série sul-coreana se tornou a mais assistida da plataforma da Netflix, vista em mais de 111 milhões de lares, de acordo com dados da plataforma de streaming.

Leia também1 Round 6 se torna a série mais assistida da história da Netflix
2 Round 6: Polícia alerta que placa em rua não tem a ver com a série
3 Escolas do DF alertam pais sobre Round 6: “Não é para crianças”
4 Cristina Mel sobre Round 6: 'Não deixem roubar a inocência do seu filho'
5 Web critica escola infantil por coreografia com teor erótico

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.