Leia também:
X Jair Bolsonaro diz que Barroso e Moraes ‘querem Lula presidente’

Mãe que matou 2 filhos tentou explodir casa, aponta delegado

Polícia quer descobrir se a mulher tinha algum problema psicológico

Pleno.News - 12/01/2022 13h35 | atualizado em 12/01/2022 13h50

Mãe que matou os dois filhos, em Guapimirim, é levada de hospital pela polícia Foto: Rafael Nascimento de Souza / Agência O Globo

Stephani Ferreira Peixoto, de 36 anos, continua presa, suspeita de matar os dois filhos – Bruno Leonardo Ferreira da Silva, de 6 anos, e Arthur Moisés Ferreira da Silva, de 3. O crime ocorreu na Baixada Fluminense, na última segunda-feira (10).

Segundo o delegado Antônio Silvino Teixeira, titular da 67ª DP (Guapimirim), a mãe das vítimas também teria ligado as bocas do fogão e deixado uma extensão ligada no quarto, para causar uma explosão.

A mulher foi levada para o Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Os dois meninos foram mortos a facadas. Após o crime, Stephani tentou tirar a própria vida e foi encontrada ensanguentada.

– No local, a porta da sala estava aberta, e o local estava totalmente ensanguentado. A Stefhani também estava ensanguentada, e tinha um cheiro forte de gás pela casa. Ela ainda deixou as bocas do fogo [sic] ligados, e [havia] uma extensão em cima do armário, para provocar uma explosão – contou Teixeira ao portal Merópoles.

A Polícia Civil recolheu dois celulares para apurar o caso. O marido de Stephani disse que não sabe o que aconteceu, pois ela era uma boa mãe.

Os investigadores querem descobrir se a mãe das crianças tinha algum problema psicológico.

Leia também1 Mulher que matou os filhos é levada para presídio sob gritos
2 Antes de matar filhos, mãe lhes desejou "muitos anos de vida"
3 Mãe mata filhos de 6 e 3 anos a facadas e tenta suicídio
4 Mãe mata vizinho após impedir estupro da filha de 5 anos
5 Após reviravolta, Justiça solta suspeita de matar a própria filha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.