Leia também:
X Com fim do auxílio emergencial, governo ampliará Bolsa Família

Ladrão confessa que atirou em PM em assalto à Casa & Video

Jonathan dos Santos foi preso neste domingo, em uma favela do Rio de Janeiro

Gabriela Doria - 07/12/2020 13h09 | atualizado em 07/12/2020 15h02

Jonathan dos Santos, de blusa branca, confessou ter atirado no cabo Cardoso Foto: Reprodução

Um dos homens que foi preso pela morte do cabo da Polícia Militar Derinaldo Cardoso, assassinado na última sexta-feira (4), durante um assalto a uma loja da Casa & Video, na Baixada Fluminense, confessou ter sido autor do disparo que tirou a vida do policial.

Jonathan Targino dos Santos, de 23 anos, e um comparsa foram encontrados na favela da Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, neste domingo (6).

Jonathan é quem aparece nas filmagens atirando à queima-roupa na cabeça do policial, que não viu o criminoso se aproximar ao seu lado.

Até o momento, três pessoas já foram presas por participação no crime.

O cabo Derinaldo Cardoso foi enterrado neste sábado (5) no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. A despedida ao policial foi marcada por emoção e honrarias militares. Ele completaria 10 anos na corporação no próximo mês.

Cardoso deixa a esposa e dois filhos.

Leia também1 Ficha de assassino de PM da Casa & Video vai de homicídio a roubo
2 Autor do tiro que matou policial em Mesquita é preso pela polícia
3 Viúva de PM morto no RJ chora: "Meu marido morreu lutando"
4 Bandido mata policial na Casa & Vídeo e esquerda se cala
5 Cidadãos se revoltam com morte de PM: #VidasPoliciaisImportam

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.