Leia também:
X Autor da Lei Henry Borel, Helio Lopes defende: ‘Anseio de justiça’

Kalil anuncia retorno de cultos religiosos e comércio em BH

Novo pacote de flexibilização da capital mineira entra em vigor na próxima quinta-feira (22)

Monique Mello - 19/04/2021 17h21 | atualizado em 19/04/2021 18h16

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte (MG) Foto: Reprodução

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou na tarde desta segunda-feira (19) a redução das medidas restritivas contra a Covid-19 e a abertura das atividades comerciais na cidade, a partir desta quinta-feira (22), com funcionamento de serviços considerados não essenciais.

As flexibilização também inclui o retorno dos cultos religiosos na cidade. Será permitido uma pessoa a cada sete metros quadrados.

O comércio, bares, restaurantes, academias e salões de beleza poderão reabrir as portas. As aulas presenciais para crianças de 0 a 5 anos serão retomadas no dia 26 de abril.

O anúncio do novo pacote de flexibilização da capital mineira aconteceu durante pronunciamento seguido de entrevista coletiva, na sede da prefeitura. A decisão foi tomada após três dias de reuniões – entre as últimas quarta-feira (14) e sexta-feira (16) – com o Comitê de Combate à Covid-19 da Prefeitura de BH, que analisa os indicadores na capital mineira e as propostas da sociedade civil.

Leia também1 Kalil admite "erro" ao desafiar Nunes Marques por cultos em BH
2 Vereadores de BH aprovam igrejas como 'serviço essencial'
3 Justiça concede liminar para 23 bares reabrirem em Goiânia
4 Presidente Jair Bolsonaro avisa a população para "se preparar"
5 Bolsonaro: Nosso exército não vai fazer nada para privar liberdade do povo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.