Leia também:
X Zambelli aponta ‘hipocrisia’ de Moro sobre o desarmamento

Justiça quebra sigilo de ex-secretário de Saúde do RJ

Edmar Santos também teve seus bens apreendidos

Henrique Gimenes - 06/07/2020 15h05 | atualizado em 06/07/2020 15h10

Ex-secretário de Saúde do RJ, Edmar Santos Foto: Governo do Estado do Rio de Janeiro/Eliane Carvalho

Por decisão da Justiça, o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, teve seu sigilo bancário quebrado e seus bloqueados. Ele é acusado pelo Ministério Público, junto a outras sete pessoas, de improbidade administrativa.

Edmar Santos foi exonerado da Secretaria de Saúde do governo Wilson Witzel após denúncias de fraudes e corrupção em contratos sem licitação para a construção de hospitais de campanha e compra de respiradores.

O ex-secretário compareceu, nesta segunda-feira (6), à Comissões de Fiscalização dos Gastos do Estado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), mas não respondeu a nenhuma pergunta sobre gastos durante a pandemia de Covid-19.

A quebra de sigilo bancário e o bloqueio de bens também vale para o ex-subsecretário do Rio de Janeiro, Gabriell Neves.

Leia também1 Wilson Witzel pode ser afastado no final de julho
2 Ex-líder do governo Witzel é investigado por rachadinha
3 Secretário de Turismo da gestão Witzel deixa o cargo
4 Comissão da Alerj suspende prazo da defesa de Witzel
5 Ação da PF mira governador do AM por fraudes na saúde

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.