Leia também:
X Câmara aprova urgência para projeto que revoga LSN

Justiça do Rio derruba decretos da prefeitura: “Abuso de poder”

Decisão atendeu a uma ação popular do deputado estadual Anderson Moraes

Gabriela Doria - 20/04/2021 17h52 | atualizado em 20/04/2021 19h02

Trabalhadores cariocas sofrem com medidas de restrição Foto: EFE/André Coelho

A Justiça do Rio de Janeiro derrubou, nesta terça-feira (20), os decretos da Prefeitura do Rio de Janeiro impondo medidas de restrição em função da pandemia. A decisão atende a uma ação popular protocolada pelo deputado estadual Anderson Moraes (PSL-RJ).

Em seu despacho, a juíza Regina Lucia Chuquer, da 6ª Vara da Fazenda Pública considerou os decretos um “abuso de autoridade” e disse que a prefeitura ultrapassou os limites de sua competência com decisões inconstitucionais que afrontam os direitos fundamentais do cidadão carioca.

– Nem mesmo uma pandemia gravíssima, como a vivenciada na atualidade, autoriza o cerceamento da liberdade individual de cada cidadão carioca, ao argumento da possibilidade de transmissão acelerada da doença ou mesmo da falta de vagas em hospitais – afirmou a magistrada na decisão.

O deputado Anderson Moraes celebrou o deferimento da ação popular e disse que há uma “ditadura do prefeito Eduardo Paes”.

– Os decretos foram arbitrários, abusivos e inconstitucionais, como reconheceu a própria Justiça. Estava sendo uma ditadura do prefeito Eduardo Paes, já que não há comprovação científica de que medidas tão extremas evitam a propagação do coronavírus. O que se sabe é que essas restrições prejudicam o trabalhador, tiram comida da mesa de milhares de pessoas e cerceiam a liberdade de ir e vir, garantida pela Constituição Federal – afirmou.

Leia também1 Doria é criticado e chama Carlos Bolsonaro de "Tonho da Lua"
2 Juiz bloqueia bens de prefeito acusado de furar fila da vacina
3 Prefeito Rafael Greca sofre AVC e é internado em Curitiba
4 São Paulo: Expectativa de vida cai pela primeira vez desde 1940
5 Maior parte da verba enviada a estados não chegou aos hospitais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.