Leia também:
X Mesmo com decisão do Supremo, Witzel afirma que irá à CPI

Justiça do Rio aceita Leniel Borel como assistente de acusação

Nomeação foi deferida pela juíza Elizabeth Machado Louro, titular do II Tribunal do Júri

Ana Luiza Menezes - 15/06/2021 21h50 | atualizado em 16/06/2021 10h03

Leniel Borel e o menino Henry Foto: Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro aceitou a nomeação do engenheiro Leniel Borel de Almeida como assistente da acusação do processo da morte do filho dele, Henry Borel. A nomeação foi deferida pela juíza Elizabeth Machado Louro, titular do II Tribunal do Júri, na última quinta-feira (10).

Henry tinha 4 anos de idade e morreu durante a madrugada de 8 de março deste ano. Os réus do processo são o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (sem partido), e a mãe do menino, a professora Monique Medeiros da Costa Silva de Almeida.

No mesmo despacho, a magistrada também deferiu o pedido da defesa de Monique a respeito da desinterdição do apartamento do Condomínio Majestic, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Dr. Jairinho e Monique Medeiros estão presos preventivamente desde 8 de abril pela morte do menino Henry. O casal também responde pela suspeita de terem atrapalhado as investigações do caso.

Leia também1 Defesa diz que Monique foi envolvida em 'desgraça familiar'
2 Conselho de Medicina do Rio suspende registro de Dr. Jairinho
3 Mansão de Jairinho, no RJ, está sendo vendida por R$ 3 milhões
4 MPRJ irá pedir o bloqueio de bens de Jairinho e de Monique
5 Polícia indicia Dr. Jairinho e ex por tortura a outra criança

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.