Leia também:
X Nuvem de gafanhotos mais perto do Brasil está controlada

Justiça determina que hospital do Maracanã continue aberto

Desembargador negou pedido do governo do estado do Rio de Janeiro

Rafael Ramos - 21/08/2020 13h47

Hospital de campanha no Maracanã não será desativo por ordem da Justiça Foto: Rogério Santana/Divulgação Governo do RJ

O hospital de campanha do Maracanã permanecerá aberto por ordem do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o desembargador Claudio de Mello Tavares. Ele negou o pedido do governo do estado para desativar a unidade que atende pacientes com Covid-19.

De acordo com a decisão de Tavares, não se pode alegar a imprevisibilidade das consequências da pandemia para respaldar a falta de compromisso dos gestores públicos com o número de leitos. Ele ainda ressaltou o constante acréscimo no número de infectados para justificar sua decisão.

O desembargador frisou que isso “revela uma triste realidade em face da qual devem ser empreendidos todos os esforços para amenizar ou controlar tal aceleração, sem olvidar da possibilidade de recrudescimento da pandemia”. Tavares também pontuou que ainda não há nenhuma região com risco muito baixo de transmissão no estado do Rio.

Leia também1 Doria diz que ele e a esposa estão curados da Covid-19
2 Web critica Mandetta após China recomendar cloroquina
3 Covid: Parte do Brasil pode ter atingido imunidade coletiva
4 Fiocruz deve iniciar produção da vacina da Covid só em abril
5 China recomenda o uso de cloroquina contra a Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.