Leia também:
X Médico de Bolsonaro fala da recuperação de nova cirurgia

Após denúncias, Justiça de GO decreta prisão de João de Deus

Médium é acusado de abuso sexual por mais de 300 mulheres

Henrique Gimenes - 14/12/2018 14h40 | atualizado em 14/12/2018 16h55

Médium João de Deus é acusado de abusar sexualmente de clientes durante limpeza espiritual Foto: Reprodução/Twitter

Nesta sexta-feira (14), a Justiça de Goiás decretou a prisão do médium João de Deus, de 76 anos. A prisão foi pedida pelo Ministério Público do estado nesta quarta-feira (12).

João de Deus é acusado de abusar sexualmente de mulheres durante tratamentos espirituais em Abadiânia, Goiás. Mais de 300 mulheres já fizeram denúncias ao Ministério Público.

O médium nega as acusações e afirma que é inocente. Na quarta ele teve uma crise de hipertensão e acabou sendo levado para descansar em uma chácara de Anápolis, em Goiás.

Leia também1 Filha de João de Deus: "Fui abusada dos 10 aos 14 anos"
2 Ministério Público pede a prisão do médium João de Deus

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.