Leia também:
X Deputado federal Alexandre Frota é expulso do PSL

Justiça decide que Nardoni volte para o regime fechado

O preso não terá mais direito às saidinhas temporárias

Mayara Macedo - 13/08/2019 13h27 | atualizado em 13/08/2019 13h28

Alexandre Nardoni voltou para o regime fechado Foto: Reprodução

Alexandre Nardoni voltará para o regime fechado. A decisão foi proferida nesta terça-feira (13), e partiu da 4ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo. Sendo assim, ele não terá mais direito às saidinhas temporárias.

A ação foi determinada depois que Nardoni fez o teste Rorschach ou borrão de tinta, que examina se o preso está hábil para voltar as ruas. O desembargador Luís Soares de Mello afirmou que Alexandre ainda não está incontestável a readaptação social.

O Ministério Público de São Paulo entrou com um Agravo em Execução contra a decisão de progressão de pena de Nardoni para o regime semiaberto. O TJ-SP analisou e julgou a proposta.

Na última quinta-feira (8), Nardoni saiu do presídio de Tremembé (SP), onde cumpre pena. Ela teve direito a saída temporária de Dia dos Pais.

Alexandre Nardoni foi condenado a 30 anos de prisão pela morte da filha, Isabella Nardoni e está preso na P2 de Tremembé desde 2008. Ele obteve a progressão ao regime semiaberto em abril, após a Justiça considerar que ele tem bom comportamento na prisão. A defesa de Alexandre pedia a conversão para o regime mais brando desde setembro de 2018.

Leia também1 Youtuber que pediu morte de Bolsonaro se diz arrependido
2 Réus do caso Daniel começam a ser ouvidos pela Justiça
3 PSL pede fim do sigilo de operação que liga PT ao PCC

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.