Leia também:
X Ato falho? Moro lança biografia, mas “divulga” livro de Lula

Justiça de SP determina prisão de ex-presidente da Câmara

Decisão contra Henrique Eduardo Alves tem por base a falta do pagamento de pensão

Henrique Gimenes - 30/11/2021 14h56 | atualizado em 30/11/2021 15h36

Henrique Eduardo Alves, ex-presidente da Câmara Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

A Justiça de São Paulo determinou a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (MDB). A decisão tem por base a falta do pagamento de pensão alimentícia por parte do ex-deputado. A informação foi dada pelo portal G1.

Além de ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves foi ministro nos governos dos ex-presidentes Dilma Rousseff e Michel Temer.

A prisão foi decretada pelo juiz Marco Aurélio Paioletti Martins Costa, da 2ª Vara da Família e Sucessões de São Paulo. A decisão faz parte de um processo movido pela ex-companheira do deputado referente ao pagamento de pensão para o filho do político Pedro Henrique Alves, de 20 anos.

Em nota, o ex-deputado afirmou que “não foi hoje que recebi a informação sobre mandado de prisão judicial proferido em ação por pretensa falta de pagamento de pensão alimentícia de meu filho caçula, Pedro Henrique Alves, de 20 anos. Faz seis dias e até agora não recebi qualquer intimação”.

Henrique Eduardo Alves disse ainda que “esse despautério promovido por Pedro Henrique e sua mãe de quem me divorciei – de forma consensual – há mais de 11 anos, deixando mais de 50% de meu patrimônio na época, não pode prosperar, pelo simples fato de que não tenho como pagar uma pensão alimentícia de quase R$ 50 mil reais por mês”.

Leia também1 Relatora dará parecer favorável à indicação de Mendonça ao STF
2 Prefeitura de SP diz que não vai multar show de Claudia Leitte
3 Lula diz que PT ‘não pode tratar evangélicos como gado’
4 Lula sobre Alckmin: "Uma chapa para ganhar as eleições"
5 Flávio sobre Moro: 'A política perdoa traição, mas não traidor'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.